A Inversão e a Inveja do ser humano – STOP 171

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:
sociopatologia-livro-566x524
keppe-a-libertacao-dos-povos-a-patologia-do-poder-566x524

Os livros Sociopatologia e Libertação dos Povos, de Norberto Keppe são assunto desse programa.

Por que o ser humano se destrói e arruína o planeta em que vive?

A destruição da natureza e da própria humanidade devido a guerras, poluição, violência, crimes de toda ordem é algo que se torna cada vez mais patente. Presentemente, um fato que preocupa cientistas do mundo todo é a dizimação misteriosa das populações de abelhas. Como são elas os principais insetos que polinizam as plantas, a humanidade não conseguirá sobreviver, se elas desaparecerem. As causas principais da morte em massa das abelhas, apontadas pelos cientistas, são a monocultura, os transgênicos e os agrotóxicos (o presidente da Associação de Apicultores da Alemanha, Manfred Hederer, questiona: será que as plantações de transgênicos estão matando as abelhas ou o uso intensivo de agrotóxicos?). Pela lógica, o uso de inseticidas nas plantações irá matar as abelhas, que são insetos… Mas é preciso ir mais fundo, na origem do problema, no campo invisível das más intenções humanas, da psico-sócio-patologia…

Keppe aborda que a inversão, gerada pela inveja do ser humano, é a causa principal das doenças individuais e sociais. Essa é a causa também da especulação, em que as pessoas perdem os dons humanitários, tornando a humanidade anticristã.

 

sociopatologia-01-274x293Sociopatologia

Este livro constitui um verdadeiro hino à beleza e às artes na civilização. O autor analisa o processo doentio da organização social mostrando suas origens e conseqüências, bem como uma forma de socioterapia (tratamento da patologia social).

Mostra que a ética, a estética e as artes são a base da civilização e da ciência e não a matemática, colocada erroneamente como base da vida científica e social.

 

libertacao-dos-povos-01-274x293A Libertação dos Povos – A Patologia do Poder

O autor mostra que o processo capitalista atual entrou por um caminho sem saída, principalmente depois que John M. Keynes endossou a tese do campo especulativo – como sendo praticamente o último recurso para salvá-lo.

Evidentemente, o chamado capital tem que existir, mas o povo também precisa ser beneficiado – o que acontecerá com o processo de desinversão, no qual todos os poderes passarão a servir aos interesses das nações – e não como está acontecendo agora, a população de cada país trabalhando para os interesses dos poucos que galgaram os poderes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*