A Sociedade Adoece o Ser Humano

Existe um conceito geral de que vivemos em uma sociedade possuidora de leis justas e uma direção correta, mas com algumas falhas, que poderão ser corrigidas – e não que toda a sua orientação seguiu caminho errôneo, inclusive com regras anti-humanas, o que a está levando para a destruição.A maior parte das pessoas acredita que não existiria outra maneira de existência, sendo melhor se adaptar ao que está aí, seja por comodismo ou, principalmente, ausência de ideal, e certa satisfação em viver apegado, só ao domínio material. Tal fato é bem evidente entre os indivíduos religiosos,que permanecem mais nas ações penitenciais, não conscientizando que o Filho de Deus desceu à Terra para realizar o seu Reino Divino – o que fazemos é mais ou menos uma conduta de nos entregarmos ao anjo louco e a seus adeptos,desprezando a verdadeira função de Jesus Cristo. É por esse motivo que nosso planeta parece uma enorme bola de seres humanos desventurados, rodando ao redor de si mesmo,como um peru embriagado.

É fácil observar a maioria dos indivíduos que vivem neste mundo, a sua inaptidão para ajudar a melhorar a situação injusta em que o povo vive, no sentido econômico social, debaixo de impostos absurdamente altos, de leis anti-humanas, que impedem a livre manifestação de suas ideias, dos interesses espúrios, com que amordaçaram a humanidade. O leitor poderá observar facilmente a perseguição a qualquer pensador, artista, cientista que manifeste um verdadeiro ideal, que não seja de interesse dos eternos poderosos, que são agarrados doentiamente aos seus cargos de mando e que, de jeito algum, cedem sua exploração do povo, atacando as pessoas mais importantes para o bem da humanidade.

De todos os trabalhos que realizei, esta ligação da psicoterapia com o exorcismo constitui o mais necessário possível, e a base de todas as perturbações em nosso Planeta Terra – é um estudo que atinge todos os setores de nossa existência, as atividades, conhecimentos e destino. Estou mostrando que a estrutura social é tão maléfica para o ser humano, quanto uma sintomatologia, podendo ser considerada esquizofrênica, que denominei de sociofrênica (em minha ciência sociopatologia); vou dizer que os sintomas das doenças mentais também se encontram dentro da vida social: fobias, depressões, manias, hipocondrias e paranoias, principalmente.

O que é mais difícil lidar com o ser humano, é a ideia megalômana de que cada um sabe tudo, e geralmente mais do que os outros – por esse motivo, no setor das magias, o médico acredita que é só superstição, e o religioso contra Deus, e não procuram saber quais fatores são realmente enganosos ou válidos, antes de condená-los. Desde a criação das Universidades, tudo o que existe foi colocado sob o crivo dos acadêmicos, rejeitando qualquer ideia ou ação que não aprovassem, por não terem a menor noção do que se trata realmente. Posso afirmar que muitas das experiências dos mágicos se tratam de fenômenos naturais, principalmente oriundos do setor magnético, que nossa pobre ciência ainda desconhece, por causa da pobreza mental de seus pesquisadores.

Uma das principais causas da não compreensão da função de Jesus Cristo dentro da Humanidade é o fato de ter sido colocado apenas como formador de Igreja – e não como é realmente: a 2ª. Pessoa da Trindade Divina, Criador do que existe no Universo Espiritual e Material. A separação entre ciência, filosofia e teologia tirou do ser humano o entendimento dos fenômenos naturais ligados aos sobrenaturais. No seu livro Exorcistas e Psiquiatras, página 32, Gabriele Amorth comentou sobre a tendência da Época Atual, de dar primazia à opinião da Ciência, quando é tratada qualquer questão que a envolva, citando a Assembleia dos Exorcistas Franceses e os padres Isidoro Froc e Emile Morin, de que todos os sintomas que pareceriam demoníacos seriam só doenças – e não que todo acontecimento seja de caráter misto, não sendo possível ser compreendido realmente, porque reduziram o estudo do trilógico a um só setor, eliminando 2/3 do que consiste.

Norberto R. Keppe*
Extrato do livro Psicoterapia e Exorcismo
Psicanalista, filósofo, cientista social e pesquisador independente da física, autor de 40 livros, fundador e presidente da SITA – Sociedade Internacional de Trilogia Analítica, que unificou a ciência, à filosofia e à teologia.

jornal-stop-n-96-pos-graduacao-livre-inovacao-tecnologica-keppe-motor-tesla

Curso de Pós aborda Eficiência Energética

Pós-Graduação (Lato Sensu ou Livre – aperfeiçoamento)

Sobre o Curso

Baseado nas descobertas da Nova Física de Keppe que resultaram na criação do Keppe Motor, e nos estudos de Tesla, a Faculdade Trilógica Keppe e Pacheco estruturou o Curso de Especialização em Gestão de Projetos de Inovação Tecnológica e Eficiência Energética (na modalidade Eficiência Energética (na modalidade Lato Sensu ou Livre – aperfeiçoamento). Tem como objetivo a apresentação de inovação tecnológica aplicada a produtos com eficiência energética, bem como a gestão empreendedora na busca de comercialização de produtos. Uma de suas inovações é o estudo integrado da física, biologia e psico-sócio-patologia, o que propicia um ensino terapêutico aos alunos.

A Quem se Destina

Desenvolvido para profissionais da área e também para aqueles que buscam um aprimoramento profissional e pessoal.

Centro de Pós-Graduação II
Av. Rebouças, 3115
11 3032 4105 | 97623 8598

contato@keppepacheco.edu.br
keppepacheco.edu.br

 

Conserve os seus Dentes Naturais

Nossos dentes naturais são muito valiosos porque eles participam da nossa estética, nutrição, fala e até da nossa postura (a falta de dentes pode nos causar até problemas de coluna).

Eles foram criados para permanecerem durante toda a nossa vida. Daí a importância de um tratamento que preserve os dentes naturais. A perda de um ou mais dentes causa enormes prejuízos como: inclinação dos dentes vizinhos (desequilibrando toda a dentição); diminuição da força mastigatória; problemas no periodonto (tecidos ao redor dos dentes), retração da gengiva, perda da estética; ocorrência de dores de cabeça, dores na ATM (articulação para abrir e fechar a boca) e dores nos ouvidos. Assim, a falta de dentes naturais diminui a qualidade de vida do ser humano. Por que a humanidade tem alta incidência de cáries dentárias e doenças do periodonto?

As emoções negativas (raiva, inveja, medo etc.) não conscientizadas alteram o funcionamento do organismo, podendo causar as mais diversas doenças, não apenas bucais mas em todo o organismo. A doença mostra que o ser humano nega a saúde. Só podemos negar, omitir e deturpar o que é bom, belo e verdadeiro; pois jamais poderíamos sofrer por causa do que existe por si.

Márcia Sgrinhelli – CRO-SP 25.337
Heloísa Coelho – CRO-SP 27.357
(Av. Rebouças, 3887, atrás Shop. Eldorado)
Tel: (11) 3814-2159 | (11) 3814-0130
www.odontotrilogica.odo.br

A Humanidade está Doente. Você sabe o que é Psico-Sócio-Patologia?

Entrevista com a Dra. Cláudia Bernhardt de Souza Pacheco*

STOP: Por que estes cursos baseados na Psico-Sócio-Patologia?

Cláudia B. S. Pacheco: O conhecimento da patologia psíquica e social é fundamental para haver equilíbrio. Por isso os cursos terapêuticos da Millennium Línguas e do Faculdade Trilógica Keppe e Pacheco se baseiam no estudo e aplicação da ciência da psico-sócio -patologia. Em meu livro De Olho na Saúde mostrei um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) da ONU segundo o qual a cada 4 pessoas uma caminha, em algum ponto de sua vida, para uma crise de ordem psíquica, de doença mental. Segundo esse relatório, divulgado em fevereiro de 2007 perante o Parlamento Europeu, pelo menos 1 bilhão de pessoas sofre de doenças mentais no mundo.

Conscientizar a patologia psíquica e a social é a única forma de melhorar na saúde, no trabalho e de solucionar conflitos.

Ou seja, vivemos num mundo psíquica e socialmente enfermo. Por esse motivo, é de fundamental importância haver pessoas e profissionais que entendam e se aprofundem nessa questão da psico-sócio-patologia, no conhecimento do ser humano e da vida social, para aplicá-lo não só na melhoria da própria qualidade de vida, do seu círculo familiar e de amigos, mas nos seus respectivos campos de atuação.

STOP: Conhecer a Psico-Sócio-Patologia permite reduzir o estresse pessoal e do ambiente?

CP: Conscientizar a patologia psíquica e a social é a única forma de diminuir a tensão e se desenvolver, pois o ato de escondê-las é que causa todos os males humanos. Em meu livro A Cura pela Consciência – Teomania e Estresse, mostro a relação entre moléstias orgânicas e tensão emocional: os sintomas vão desde dores de cabeça e má digestão a dores musculares, irritabilidade, emotividade acentuada, ansiedade, até as doenças mais graves.

STOP: Qual seria o principal benefício dos cursos da FATRI ?

CP: Nossos cursos visam conscientizar as pessoas das enormes possibilidades de realização e saúde que dispõem em sua vida psíquica, bastando despertá-las. Assim, o aluno conhece os meios de melhorar a sociedade e a si próprio, usando a consciência como instrumento no seu trabalho. Ele aprende como a vida psíquica influencia a sociedade e vice-versa.

A ciência da Psico-Sócio-Patologia estuda as causas, a inter-relação e o tratamento das doenças psíquicas, de modo interdisciplinar (unificado). De maneira que o estudante toma conhecimento de como se dá o tratamento da patologia do indivíduo e da sociedade através da conscientização das emoções, intenções e valores invertidos, geralmente inconscientizados, que acabam por atuar negativamente na sua saúde e nas suas diversas atividades. Pode-se dizer que ela é a ciência do terceiro milênio por excelência, a mais nova e a mais necessária, pois dela dependem todas as outras. Por isso é interdisciplinar.

O especialista em psico-sócio-patologia pode auxiliar na resolução de problemas individuais (psíquicos), educacionais, sociais, econômicos, políticos, enfim, atuar em todas as áreas de interesse humano, para melhorar a qualidade de vida.

Enquanto o psicanalista atende clinicamente pessoas em sessões individuais e em grupo, o especialista em Psico-Sócio-Patologia pode trabalhar mais com a conscientização geral das pessoas e do meio social doente – e não com as doenças. Ele terá a possibilidade de identificar as causas psicossociais das dificuldades existentes em ambientes (de trabalho, por exemplo) e ajudar a encontrar as soluções apropriadas.

*Psicanalista e escritora, com 12 livros publicados. Vice-presidente da SITA, presidente e fundadora da Associação Keppe & Pacheco e da STOP a Destruição do Mundo.

Viva Mais e Melhor Estudando na Millennium

“A Millennium Línguas me ajuda enormemente, não só em meu inglês, mas em minha carreira e em minha vida”, disse Karina Ulsen, do Departamento de Engenharia de Minas da USP. Ao mesmo tempo, uma pesquisa entre os alunos da Millennium demonstrou que a maioria absoluta obteve melhoras na saúde, no trabalho, nos estudos em geral, nos relacionamentos, na própria existência.

Por que isso acontece? O principal motivo é que o ensinoterapia, criado pelo psicanalista Norberto Keppe, através do Método Psicolinguístico Terapêutico Trilógico, é um modo de ensinar sui generis, praticamente ao contrário dos tradicionais.

Enquanto que a finalidade do ensino tradicional é fornecer informações para o aluno memorizar; no ensino terapêutico trilógico, o aluno é levado a se conhecer e a conhecer o mundo para adquirir maior sanidade psíquica, que o ajuda a estudar melhor tudo, inclusive a aprender o idioma mais depressa.

No ensino tradicionalmente ministrado, a preocupação é com o aprendizado intelectual, enquanto que no terapêutico objetiva-se a conscientização dos sentimentos e pensamentos, que permitem abrir a mente para um conhecimento universal.

A base da educação tradicional é a ênfase na correção apenas da conduta, o que leva a uma atitude artificial, mascarada e exteriorizada. Na educação terapêutica, o que se pretende é perceber a conduta inconscientizada que nos leva aos bloqueios e aos erros na vida, para poder corrigi-los. Através desse autoconhecimento, o aluno se interioriza, se acalma e passa a ter uma conduta autêntica, que o leva à realização. No ensino tradicional enfatizam-se ainda as regras gramaticais, que devem ser decoradas, ao passo que no ensino-terapia o aluno vive o idioma através de textos interessantíssimos; ele lê, ouve, fala e escreve no idioma estudado, entendendo melhor a gramaticalidade da língua. Finalmente, ao invés de desenvolver uma conduta artificial, ele desenvolve uma conduta profunda, que o ajuda em toda a existência.

A arte, a cultura geral e o estudo científico de textos terapêuticos, como os publicados no jornal STOP, têm um papel fundamental nesse tipo de ensino. As discussões e estudos em torno desses temas fundamentais para a vida são efetuados em inglês, alemão, espanhol, francês, italiano, sueco, finlandês e português, sendo este último idioma ensinado a estrangeiros e a brasileiros, desejosos de melhorar seus conhecimentos na língua e aprimorar sua redação.

Esse contato com os textos e vídeos terapêuticos, e também com bons filmes, música, artes plásticas, literatura, textos de filosofia, ciência e teologia, auxiliam o estudante não só a adquirir uma mentalidade universal, mas também melhorar nos estudos, profissão, relacionamentos, enfim na vida em geral.

Os professores da Millennium Línguas são psico-sócio-terapeutas, com treinamento na metodologia de ensino desenvolvida por Keppe, que se tem mostrado extremamente eficaz no aprendizado rápido de idiomas. Pode-se dizer, enfim, que é muito difícil explicar o que é esta revolução no ensino, só estudando na Millennium para entender.

Richard Jones (Canadá) e Fabrizio Biliotti (Itália), professores do Instituto de Línguas Millennium.

Sua Vida Está de Acordo com Sua Causa e Finalidade?

O ser só poderá ser realmente, seguindo sua causa. Todo ser humano vive pelas suas causas, e se elas não forem verdadeiras, ele não pode ter existência real – vamos dizer que, mesmo não sabendo qual é o tipo de origem, ele a está seguindo, ainda que seja deformada. Podemos afirmar que todo princípio tem sua causa, e gera ciência, sendo que qualquer coisa que exista, tem estrutura de acordo com a sua causa – e se o que existe não segue sua origem, contraria seu princípio, meio e finalidade, caindo no disforme, vazio e escuridão. É evidente que pessoa alguma é causa de si mesma e quando assim o deseja, está a caminho da doença mental, elaborando teorias fantásticas. Podemos também analisar, se a pessoa é adequada ou inadequada à sua origem – se ela não estiver de acordo com seu fundamento, irá criar um hiato, colocando elementos disformes em sua existência, conduzindo-a ao patológico.

Sem o conhecimento da causa, não existe ciência – pois sem o contato com o seu fundamento, destruirá sua estrutura: ao não se unir à sua causa, não sendo possível chegar a qualquer realidade, desde que ela faz a sua essência. É o que acontece ao não acatar ser como é, não seguindo a imitação, que seu artífice realizou. De outro lado, seu criador não tem condição de fazer o que não seja de acordo com ele, porque fora dele nada existe.

Quando o cientista diz que só é possível criar ciência a partir de suas experiências, já está afirmando que ele se apoia em uma origem, anulando a própria ideia de haver conhecimento sem causa, mesmo que seja errônea. Aliás, esse pensamento já está dentro da causa, inclusive ele próprio tudo o que pratica, é sempre consequência de algo – não existe ideia ou pensamento que se origine do nada. Nada existe sozinho, inclusive o nada necessita do outro, pois ele é só a negação do outro, mesmo que seja um outro nada, não deixa de ser outro.

A grande questão da causa é se ela é aceita ou não, porque a recusando, continua a existir, ou até negando-a, ela continua fazendo efeito. Por exemplo: negando os espíritos, eles continuam aí, podem ser bons ou maus, mesmo que o ser humano negue o mal, ele continua fazendo seu efeito. Como a causa é mais nobre do que o efeito, o ser humano necessita saber que veio de algo superior, precisando enaltecer e estimular, para realizar o que é de maior valor.

Todo conhecimento que não aceita a sua origem é falso, porque permanece nas aparências, que não é o real conhecimento, mas digressões – de maneira que o que denominamos de ciência atualmente, trata-se de palpites – e como conclusão geral, estamos vivendo em uma pseudo civilização, como se fosse um ilusionismo coletivo, baseado em prestidigitações. É impossível que os predicados repugnem seus objetos: quando dizemos que o homem seria um asno (se bem que muitos pareçam), ele necessitaria ter quatro patas, o corpo do animal para ser inteiramente.

O que existe só poderá continuar existindo junto com a sua causa – é por esse motivo que todo efeito tem de ser sustentado e continuamente corrigido, nos elementos artificiais, que exigem contínuos consertos. Coisa alguma pode ser causa de si mesma, assim sendo, o ser criado tem de ser, de acordo com o seu criador – e se não for assim, não poderá ser ele mesmo. Depois, o ser criado prova a existência do seu criador, inclusive agindo como ele, mas ao se opor, se tornará disforme.

O efeito poderá negar, omitir ou distorcer o seu causador, com consequências terríveis: se ele negar, não poderá ter um ponto de apoio, e ainda destruirá a verdadeira estrutura de sua vida; se omitir, viverá sem base, perambulando inutilmente; se distorcer, criará aleijões em seus sentimentos e ideias, que o tornarão eternamente defeituoso.

Extrato do livro A Física da Metafísica Keppeana.

 

[callout bg=”#” color=”#” border=”#” radius=”0″ font=”georgia” fontsize=”16″ bt_pos=”right” bt_bgcolor=”#” bt_hoverbg=”#” bt_textcolor=”#” bt_texthcolor=”#” bt_bordercolor=”#” bt_hoverborder=”#” bt_radius=”0″ bt_outer_border_color=”#” bt_icon=”fa-icon-user” bt_icon_color=”#”]Norberto R. Keppe

Psicanalista, filósofo e pesquisador independente da física, autor de 40 livros, fundador e presidente da SITA – Sociedade Internacional de Trilogia Analítica, que unificou a ciência, à filosofia e à teologia.[/callout]

pos-graduacao-faculdade-trilogica-keppe-pacheco-fatri-728

Nossos Alunos Comprovam Benefícios do Método Terapêutico Trilógico

Os cursos e oficinas da Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco, baseados nos princípios terapêuticos trilógicos de ensino, levam as pessoas a conscientizar a rejeição que elas fazem à verdade e ao verdadeiro conhecimento que estão dentro de si mesmas, fazendo com que elas melhorem nos relacionamentos, nos estudos, no trabalho, na saúde e na vida em geral.

Prova disso são os inúmeros benefícios experimentados pelos alunos, conforme abaixo, que se formaram nas turmas anteriores do Curso de Pós-Graduação em Gestão de Conflitos (Psico-Sócio- Patologia), com duração de 2 anos, nas modalidades Lato Sensu ou Livre.

Depoimentos dos alunos sobre os cursos e seus benefícios:

A unificação dos vários ramos da Ciência nos vários campos da vida.
Ana C. S. T.

Eu sou um bloco de texto. Clique no botão Editar (Lápis) para alterar o conteúdo deste elemento.

O conhecimento adquirido, o trabalho de interiorização, a oportunidade de conversar com pessoas com a mesma energética.
Ana Cecília C. G.

O processo de autoconhecimento, a tolerância consigo e com o outro: abrir a mente e ver um mundo de coisas maravilhosas que não sabemos.
Débora K. M. S.

A possibilidade de conscientização das patologias, próprias e dos outros, bem como de atuar com maior afetividade.
Manoel L. C. P.

Bem-estar interior. Sentia dor de cabeça com certa frequência. Agora não me lembro quando tive pela última vez.
Marcos Antônio M. C.

A harmonia entre a Ciência, a Teologia e a Filosofia.
Bárbara N. V. G.

Cursos da FATRI Trazem Abordagem Inédita em Gestão Ambiental e Tecnologia

Com grande enfoque em eficiência energética, a Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco (FATRI) está lançando dois cursos exclusivos na área de gestão ambiental, sendo a única no mundo atualmente a ensinar a Nova Física de Norberto Keppe e de Nikola Tesla e sua aplicação à Tecnologia Keppe Motor, premiada internacionalmente por sua alta eficiência e inovação tecnológica, podendo ser utilizada com painéis solares sem uso de inversores. Ambos os cursos – um de graduação e outro de pós-graduação – têm a originalidade de também trabalhar com a Psico- Sócio-Terapia e o Empreendedorismo, voltados que são para o ser humano como agente central do meio ambiente e da estrutura social, com reflexos na gestão ambiental.

CURSO EM SÃO PAULO – SP

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE PROJETOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Este curso, nas modalidades Lato Sensu e Livre,objetiva apresentar a inovação tecnológica aplicada a produtos com eficiência energética, bem como sua gestão empreendedora. É aberto a todos os interessados, mas especialmente desenvolvido para profissionais graduados em engenharia, que buscam um aprimoramento profissional e pessoal, por meio do conhecimento de metodologias, ferramentas e técnicas integradas à dinâmica de gestão de projetos de inovação, pessoas e empresas.

CURSO EM CAMBUQUIRA-MG

SUPERIOR TECNOLÓGICO DE GESTÃO AMBIENTAL

Como o de pós-graduação, este curso oferecerá aulas em laboratório sobre o Keppe Motor, bem como aulas de Gestão de Conflitos, visando capacitar profissionais para o planejamento e gerenciamento de questões ambientais, envolvidas com o desenvolvimento sustentável. Com seu aprendizado, os formandos poderão atuar na área de ESCOS – Empresas de Serviços de Conservação de Energia, prestando assessoria a empresas e habitações sobre como economizar energia ao máximo.

opiniao-por-que-o-homem-destroi-a-si-ao-proximo-e-a-natureza

Opinião: Por que o homem destrói a si, ao próximo e a natureza?

O ser humano possui uma atitude au­todestrutiva e alodestrutiva

Norberto Keppe, funda­dor da Sociedade In­ternacional de Trilogia Analítica (Sita), que trabalhou em Viena com o psicanalista Viktor Frankl e outros grandes estudiosos do ciclo de Viena, afirma que o ser humano pos­sui uma energética invertida e, devido a essa inversão incons­ciente, possui uma atitude au­todestrutiva e alodestrutiva na quase totalidade de sua traje­tória existencial. Sem que ele se dê conta, suas atitudes em relação aos entes próximos, a ele mesmo e ao meio ambiente expressam um enorme senti­mento de inveja a tudo que na­turalmente é bom, belo e ver­dadeiro.

Diz Keppe que, a menos que essa insanidade seja conscien­tizada, agora com a degrada­ção crescente do planeta, as chances de a civilização en­trar num processo de entropia acelerada e consequentemente em colapso são muito grandes. Em sua análise sobre a huma­nidade em geral, o revolucio­nário psicanalista ressalta que a destruição dos bens metain­dividuais, das belezas da natu­reza, do meio ambiente como um todo, são apenas um dos desdobramentos dessa terrível inversão. Naturalmente – diz ele – “Existem diferentes níveis patológicos nos seres huma­nos, sendo que entre os mais doentes estão os avarentos, os cobiçosos de muito poder, os teomaníacos e os megaloma­níacos”. Ele afirma corajosa­mente que os indivíduos muito cobiçosos de riquezas, que pos­suem uma atitude sempre vol­tada para a conquista de mais e mais dinheiro, mais e mais poder, são muito doentes, em­bora na maioria das vezes se­jam admirados e invejados por outros seres humanos, obvia­mente também muito doentes.

Na visão de Norberto Keppe, a pessoa mais sã – embora todas tenham algum grau de insani­dade – é aquela que não nega a voz da consciência dentro de si, que aceita ver em si as falhas e os erros. Somente o “Cristo” não era corrompido, o restante da humanidade necessita pra­ticar as virtudes para aceitar o bem, o belo e o verdadeiro, que são permanentemente ne­gados. Em sua análise, o mal é exatamente a privação do bem, decorrente da não admissão da existência inata do bem,do belo e do verdadeiro na essên­cia do homem.

Essas disposições são impres­cindíveis para que a inveja en­tronizada no homem enfraque­ça, possibilitando a recuperação da sanidade. A maioria absolu­ta das doenças humanas é con­sequência dessa inversão não conscientizada. A destruição da natureza não será interrompida a partir de seres humanos que inconscientemente projetam destruição em si, no próximo e na natureza como um todo.

Norberto Keppe escreveu inúmeros livros, publicados pela editora Proton. Entre eles estão O Homem Interior, Es­cravidão e Liberdade, A Li­bertação dos Povos, Trabalho e Capital e Sociopatologia. Atualmente possui os progra­mas com os títulos “Stop a Des­truição do Mundo” e “O Ho­mem Universal”, ambos gravados em São Paulo com vitrine para o mundo através do Youtube, Vimeo e do site Trilogy Channel. Já trabalhou na Policlínica de Psicanálise em Viena, depois nos Estados Unidos e em Paris. Atu­almente reside em São Paulo, onde desenvolve um relevante trabalho de conscientização da Inversão da Energética do Ser Humano, junto com a psicanalista e escritora Cláudia B. S. Pacheco, autora do livro A Cura pela Consciência.

A menos que o ser humano recobre a sua sanidade pela de­sinversão decorrente da com­preensão profunda da tremen­da inveja que é portador, tanto o homem quanto o planeta estão em risco de destruição.