Exorcistas e Psicanalistas Trabalham no Mesmo Plano – Psicoterapia e Exorcismo

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

Posso afirmar que fazer exorcismo é realizar psicoterapia, assim como fazer psicoterapia é também realizar exorcismo — porque são dois fatores semelhantes nesta e na outra vida sobrenatural. Estou mostrando que o cientista e o exorcista trabalham exatamente no mesmo plano, pois toda doença é ligada aos fatores físicos, e no mesmo instante aos espirituais — é por este motivo que o médico ateu, e o religioso fanático, têm tanta dificuldade em suas atividades.

O pastor americano Bill Wiese escreveu o livro 23 Minutos no Inferno, onde narra o que aconteceu ao sofrer repentinamente um desmaio, sendo transportado para essa região infernal, para nos trazer o que sucede com os inimigos de Deus. Compreendo em minha pesquisa sobre a relação entre a conduta psicótica dos doentes mentais graves, e a dos seres humanos que se condenam ao Inferno, que existe bastante semelhança entre eles, mas a situação é muito pior nesse Além Infernal.

Por exemplo: Wiese afirmou que lá falta tudo o que temos aqui: água, alimento, sono e principalmente bem-estar, misericórdia e amor, dando a entender que vivemos ainda no Paraíso Terrestre, mas não o usufruímos, por causa dos nossos vícios e oposição ao Ser Divino.

Um dado que poucas pessoas conhecem, é a questão da enorme fúria que os diabos têm de nós, conforme Wiese, sem motivo algum, a não ser o desejo que temos de seguir a orientação de Jesus Cristo, que eles se opõem frontalmente. Porém, nossa atitude de nos opormos ao Ser Divino aqui mesmo, existe em todos os setores da existência: filosóficos, políticos, econômicos, jurídicos, científicos e seus ramos.

Posso dizer que, inconscientemente, nos tornamos inimigos inveterados de Deus, só porque não temos possibilidade de inventar uma existência diferente da atual — evidentemente, aqui entra a questão da soberba e inveja, pecados capitais, uma cópia do que aconteceu com os demônios que seguimos fatalmente.

Os profissionais mais aptos para conhecer a conduta dos demônios são os psicanalistas, desde que eles não rejeitem a espiritualidade — e o fator mais importante está na percepção de que os doentes mentais mais graves perderam a visão natural e qualquer atitude, emoção e pensamento pertencente ao real.

Neste caso, toda a sua conduta é sem sentido, não podendo mais agir de acordo com o Criador, pois navega no inexistente — o ser humano percebe sua oposição ao bem, pensando que os demônios possam não estar aí. É por essa razão que não reconhece o trabalho da 2a Pessoa da Trindade, quando esteve humanamente entre nós. Desejo esclarecer que a humanidade está entre o bem e a sua ausência, e quanto maior for sua doença, mais distante estará do belo, da verdade e do amor que são o real.

 

livro-psicoterapia-e-exorcismo-norberto-keppe-450x417Artigo do livro, Psicoterapia e Exorcismo, de Norberto Keppe:
Psicanalista, filósofo, cientista social, pedagogo e físico independente, autor de 42 livros, fundador e presidente da SITA – Sociedade Internacional de Trilogia Analítica, que unificou a ciência à filosofia e teologia.

trilogia-analitica-a-ciencia-unificada

Trilogia Analítica – A Ciência Unificada

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

Quando queremos ajudar o ser humano, integralmente, não podemos tratar de sentimentos, sem considerar sua religiosidade; sua pressão alta, sem saber o que o preocupa; suas finanças, sem saber do seu passado, sua educação, sua filosofia de vida etc. Enfim, não podemos tratar do homem “em pedaços”.

Até hoje, o médico trata do corpo; o psicólogo de alguns problemas de ajustamento social; o padre de problemas religiosos; o psiquiatra de seus medos, delírios e alucinações (com remédios, choques elétricos e internações) e assim por diante. Assim sendo, a sociedade também está fragmentada em pedaços isolados que, não raro, são conflitantes entre si.

É o caso da incompatibilidade existente entre Ciência, Filosofia, Teologia, Economia, Política etc. Essa é a esquizofrenia existente no interior dos seres humanos, projetada na vida social, que divide tudo: pais e filhos, homens e mulheres, patrões e empregados, o governo e o povo, as classes sociais etc.

Nascemos como seres unificados, e assim devemos ser tratados. Portanto, teria de haver uma ciência integral, também unificada, que tratasse o ser humano e sua vida de maneira total. Assim é a ciência chamada Trilogia Analítica: ela unifica ciência, filosofia e teologia; sentimento, pensamento e ação; e numa visão mais abrangente, visa à unificação dos homens, raças e nações.

É importante salientar que a Trilogia não é “mais uma coisa nova”; é a ciência baseada em todo o trabalho anterior de valorosos cientistas, filósofos, teólogos, artistas, em séculos e séculos de civilização. Essa unificação da ciência trilógica, ao contrário do que se possa pensar, possibilita um maior aprofundamento e especialização de cada campo específico de estudo, anteriormente impossíveis, devido, em grande parte, a essa separação dos campos.

Os campos de estudo trilógico se intercomunicam e trocam informações, como no princípio dos vasos comunicantes. A única medicina verdadeira é a sociopsicossomática, ou seja, a que une os fatores sociais aos psíquicos e orgânicos e procura solucionar a questão nos três níveis, pois eles são interdependentes.

Cláudia B. S. Pacheco
Psicanalista e escritora, com 12 livros publicados. Vice-presidente da SITA, presidente e fundadora da Associação Keppe & Pacheco e da STOP a Destruição do Mundo.

a-medicina-psicossomatica

A Medicina Psicossomática

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

A única e verdadeira Medicina é a psicossomática. A maneira como ela é praticada, atualmente, não é a real, pois supervaloriza o orgânico, tentando negar a importância do psicológico, que é a causa mestra de todo desarranjo no organismo.

Mesmo os médicos, que dizem praticar a medicina psicossomática, costumam tratar de seus clientes através de calmantes, o que, na realidade, só encobre a maioria das causas das doenças, que é psicossocial. Nesse caso, os sintomas podem ser aliviados temporariamente, mas eles retornam assim que a ingestão de medicamentos se interrompa. Além disso, os calmantes e psicotrópicos causam efeitos colaterais graves e desagradáveis — às vezes piores do que os da doença que pretendem combater.

Hipócrates, o pai da Medicina, afirmou que “não existe a doença, existe o doente”. É evidente que somos uma unidade indissolúvel entre psíquico e físico, com a predominância do primeiro, pela sua superioridade. Portanto, todo doente adoece psiquicamente primeiro, e, em consequência, fisicamente.

Os leitores nos perguntarão: mas, e os vírus, as bactérias, as irradiações atômicas, as verminoses, a desnutrição, as doenças hereditárias, de onde surgem? Ao que responderemos: a vida atual neste planeta está muito distante de ser o que deveria ser. Muitas doenças atuais são o resultado da destruição gradativa do nosso planeta pelas mãos dos próprios homens e não deveriam existir.

A relação entre o estresse, as doenças psicossociais e as orgânicas está melhor explicada no meu livro A Cura pela Consciência — Teomania e Estresse. Lá eu procuro esclarecer como a luta que o ser humano faz contra a consciência de seus erros e dos problemas sociais pode adoecê-lo e, até mesmo, levá-lo à morte.

 

Cláudia B. S. Pacheco
Psicanalista e escritora, com 12 livros publicados. Vice-presidente da SITA, presidente e fundadora da Associação Keppe & Pacheco e da STOP a Destruição do Mundo.

teologia-graduacao-presencial-teologia-clinica-especializacao

TEOLOGIA (Graduação Presencial) e TEOLOGIA CLÍNICA (Especialização)

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

Estudo das causas, inter-relação e tratamento das doenças psíquicas, orgânicas, sociais e espirituais.

Método da Trilogia Analítica

Os  cursos  de Teologia (Graduação) e Teologia Clínica (Pós-Graduação), da Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco, fazem a união da Psicanálise Integral e a Teologia, a fim de munir o aluno de conhecimentos científicos sobre psicoterapia, para ajudá-lo em suas atividades de teólogo. Eles são também chamados Teologia Trilógica – Transdisciplinar, por fazerem a união dos três campos fundamentais do ser humano e da sociedade: Sentimento (Teologia), Pensamento (Filosofia) e Ação (Ciência e Artes).

Os cursos, que se completam, dão ênfase à transdisciplinaridade (união de várias disciplinas, para garantir uma especialização profunda). Assim, os alunos aprenderão, junto com os conhecimentos tradicionais da Teologia, como Antigo e Novo Testamento, Teologia da Trindade, Angeologia e Demonologia, disciplinas da filosofia e da ciência, como:

  • Metafísica e Nova Física
  • Curas Espirituais (Energéticas)
  • Medicina e Odontologia Psicossomáticas
  • Psicoterapia e Exorcismo
  • Gestão de Conflitos
  • Psicopatologia e Pecado
  • Sanidade e Santidade
  • Sociopatologia e o Reino Divino, entre outros.

As artes, consideradas fundamentos da Civilização, têm uma abordagem aprofundada em disciplinas como O Sagrado na Arte, Arte e Espiritualidade, entre outras.
O objetivo geral é desenvolver uma visão da espiritualidade sob a ótica da ciência, preenchendo uma lacuna nesse campo, uma vez que parece persistir em muitas mentes a dicotomia entre fé e razão.

A principal finalidade é, portanto, analisar em profundidade o relacionamento do ser humano com Deus e tentar sanar, na medida do possível, os conflitos nesse relacionamento. De outro lado,  com seu curso transdisciplinar, buscará o resgate da unidade dos cristãos e o diálogo construtivo entre todas as religiões.

 

Dentro da visão trilógica universalista, os cursos de Teologia e Teologia Clínica visam propiciar ao teólogo uma atuação em todos os campos da sociedade, e não somente nas igrejas e instituições afins. Todas as disciplinas foram concebidas para permitir que esse novo profissional possa atuar em segmentos nunca antes contemplados pelos benefícios da espiritualidade.

Após concluir o curso de Graduação em Teologia (3 anos), o estudante pode fazer sua especialização em Teologia Clínica (Lato sensu ou livre –  2 anos).

o-ser-humano-quer-ser-livre-para-praticar-o-mal-jornal-stop-fatri-101.

O Ser Humano Quer Ser Livre Para Praticar o Mal

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

Existe uma interpretação bastante errônea a respeito da liberdade, porque, no significado Bíblico, Adão e Eva queriam ser livres, para praticar o mal, o que seria para realizar todos os seus erros e enganos, sem qualquer interferência Divina, como se fosse possível haver vida, obedecendo, ou não o Criador, e o pior ainda, se colocando até acima Dele — quando uma pessoa tem maus pensamentos, rouba, calunia e deseja o mal para o próximo, geralmente carrega a ideia, que é possível viver assim, sem consequência negativa alguma.

Aliás, na gatunagem, roubo, latrocínio foi organizado um sistema de leis, que até fornece permissão para agir desse modo. Falo principalmente da questão, de haver comprovação de doença mental, tirando qualquer responsabilidade da ação ruim e não devido a ter ficado enfermo, justamente por haver agido dessa maneira, justamente ao contrário do que se pensa no Direito.

Todos os grandes crimes cometidos dentro da civilização, desde o contra a Jesus Cristo, até os atuais, que grassam com extrema profusão, usam esse estratagema para justificar tal atitude. Estou desejando esclarecer que essa conduta, não é de libertação, mas de enorme prisão aos que a praticam, seja neste mundo, ou no próximo.

O Criador fez o ser humano totalmente livre, mas este não aguentou essa responsabilidade, e se prendeu aos seres malignos, para justificar o erro que desejava cometer, sendo que até hoje, tenta uma forma de justificar o mal.

Neste ponto, entra a questão fundamental do poder, que eu escrevi nos Estados Unidos, no livro A Libertação dos Povos — A Patologia do Poder, como sendo a causa fundamental de todos os males espirituais e humanos, seja no Universo Espiritual e dos Homens, que rivalizam com o Ser Divino, a sua posição de mando.

Parece que o grande poder do ser humano, é o de justamente contrariar o que é certo (adequado com a realidade) para colocar sua opinião acima de tudo. Em cada posição de mando, por menor que seja, impera essa vontade de se colocar acima dos outros, que é justamente o contrário do que deveria ser, pois o autêntico poder é o que Jesus Cristo realizou, colocando-se em posição de auxílio para a Humanidade. Se todos os seres humanos fizessem o que Ele fez, teríamos total paz.

O grande poder que o ser humano aprecia possuir, é o de contrariar o que existe, para poder colocar em seu lugar o que jamais poderá existir realmente — é por esse motivo, que as imaginações sobre a vida futura são baseadas em elementos miraculosos delirantes. Mas, o seu maior desejo é alcançar o poder, mesmo que seja negativo e destruidor — este fato, esclarece porque tantos nomes famosos na História Humana, chegam até a perder a própria vida, do que renunciar ao seu poder ditatorial e malévolo.

Mesmo que o grave doente mental esteja delirando, ele sempre se coloca acima de todas as coisas e pessoas — o leitor poderá notar que, o próprio delírio, é criado em torno do poder, para não dizer que, ele visa alcançar o domínio total, sobre todos os fatos. Esta é a razão de pessoa alguma entender o que o delirante fala.

Vivemos com a Humanidade, e em um Planeta doente, seja física e principalmente psiquicamente enfermo, de maneira que qualquer pessoa com quem tivermos relacionamento, trata-se de uma mente desordenada, difícil de lidar.

– Dr. Keppe, estava dentro de um ônibus, muito irritado com duas moças, que não davam lugar a uma senhora.– O que acha dessas moças?

– Falta de ética.

– Só isso? O sr. não vê que elas são muito doentes? O sr. precisa ter consciência de que vivemos com uma Humanidade totalmente doente.

É fundamental perceber que habitamos em um Planeta Doente, seja nos seres humanos e na própria estrutura social, o que mostra que, além da patologia interna temos que trabalhar com a da sociedade, e principalmente com os diabos que nos rodeiam, invisíveis e escondidos — realmente, moramos em um astro tenebroso, onde predomina a desconfiança e mentira.

É por esse motivo que, quando abrimos a Bíblia e lemos qualquer trecho, vemos Jesus Cristo exorcizando e tentando convencer os seus ouvintes, o melhor caminho para viver, dando a ideia de que as bases das dissidências em que vivemos, têm origem nesses inimigos do Criador, e gravíssimos doentes espirituais.

 

Norberto R. Keppe
Psicanalista, filósofo, cientista social, pedagogo e físico independente, autor de 42 livros, fundador e presidente da  SITA – Sociedade Internacional de Trilogia Analítica, que unificou a ciência à filosofia e teologia.

Jornal STOP a Destruição do Mundo | Ano X – N°101 | Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco

aprenda-a-lidar-com-os-conflitos-e-melhore-sua-vida-pessoal-e-profissional

Aprenda a lidar com os conflitos e melhore sua vida pessoal e profissional

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

Melhora na saúde, relacionamentos, estudos, trabalho são os benefícios relatados pelos alunos de nosso Curso de Gestão de Conflitos (Psico-sócio-patologia) – Lato sensu ou Livre, que reúne teoria e, sobretudo, prática, com um método inovador e terapêutico!

Através de aulas interativas e workshops, os alunos aprendem como aplicar em sua vida pessoal e profissional os conhecimentos, como relatam alunos pós-graduados (vide pesquisa abaixo):

“O Curso me deu uma outra visão da vida e me ajudou a melhorar meus relacionamentos familiares e profissionais.”
(I. P., Assistente Social)

O Curso baseia-se na ciência da Trilogia Analítica, desenvolvida pelo psicanalista Norberto Keppe, que atua no tratamento das doenças psíquicas, orgânicas e sociais, trazendo notáveis resultados na vida pessoal e social dos estudantes.

Beneficios-do-Curso-gestao-de-conflitos-novembro-2018

 

Inscreva-se já! Matrículas Abertas!

Aulas semanais ou em 1 único final de semana por mês.

11 3032 4105 | 97623 8598 contato@keppepacheco.edu.br

keppepacheco.edu.br

Jornal STOP a Destruição do Mundo | Ano X – N°101 | Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco

lente-de-contato-ou-dente-natural-como-preservar-seus-dentes-naturais

“Lente de Contato” ou Dente Natural? Como Preservar seus Dentes Naturais?

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

Nos últimos anos, as “lentes de contato” (facetas de cerâmica bem finas, colocadas nos dentes) “viraram moda”. Alega-se que conservam as estruturas dos dentes naturais; porém, na maioria das vezes, é necessário desgastar o esmalte dentário para aplicá-las. E esse desgaste é irreversível, ou seja, quando uma faceta quebra e solta, o paciente tem que ir logo ao dentista para este repor seu sorriso artificial.

Os dentes naturais apresentam uma beleza única, insubstituível. A cor natural dos dentes varia de pessoa para pessoa; com a idade, os dentes escurecem um pouco, mas continuam em harmonia com a face. Qualquer procedimento odontológico, mesmo o mais avançado do mundo, “não chega aos pés” da beleza (divina) dos dentes naturais.Então, por que muitos querem alterar a cor dos dentes naturais?

Então, por que muitos querem alterar a cor dos dentes naturais?

Atualmente, há um grande incentivo pela aparência. O ser humano foge da realidade, do contato consigo mesmo, através de uma máscara. Com isso, muitos acabam estragando seus próprios dentes, na busca de um sorriso artificial; e o resultado disso é lamentável: perda da saúde e da beleza natural.

“O uso da máscara pode ser visto não só para enganar o próximo, mas, principalmente a si mesmo, estragando a própria existência; de maneira que temos que ver agora que o indivíduo, denominado hipócrita, causa o maior desastre para sua existência desde que não consegue viver de acordo com o que é por si: o bem”
(Keppe, A Origem da Sanidade)

Márcia Sgrinhelli – CRO-SP 25.337

Heloísa Coelho – CRO-SP 27.357

Av. Rebouças, 3887, Jd. Paulistano – São Paulo (atrás Shop. Eldorado)
Tel: (11) 3814-2159 | (11) 3814-0130

Jornal STOP a Destruição do Mundo | Ano X – N°101 | Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco

a-cura-atraves-da-interiorizacao

A Cura Através da Interiorização

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

O aspecto mais importante do trabalho de Keppe, a chave principal da Trilogia Analítica, é o processo de interiorização. “O homem interiorizado é o homem são.” Chegamos através da ciência à mesma conclusão de Santo Agostinho e de Sócrates na filosofia.

A beleza do corpo do ser humano, dos seus músculos, seu cérebro, seu rosto são reflexos muito apagados da perfeição que existe no interior. A beleza dos animais, da natureza, dos astros, do universo são uma pequena parte da beleza do ser humano.

No nosso interior, além da Beleza, existe o Amor, que não existe na realidade externa. Por mais que tentemos, jamais nossa imaginação poderia atingir as delícias e a satisfação que a Sanidade interna nos traria se a aceitássemos completamente.

A Trilogia Analítica desenvolveu uma técnica de interiorização que propicia este contato. Trata-se da técnica comparativa, onde cada elemento do mundo externo é transportado dialeticamente para o interior do homem.

Desta forma, quando colocamos “os outros” dentro da vida psíquica do cliente, ele se acalma, reconhecendo o valor que tem em seu interior, o enorme mundo que tem dentro de si, amenizando sua inveja. Se vemos o mal vindo dos outros, também o fazemos com o bem, invejando o que imaginamos não possuir. Mas se o reconhecemos em nós, logo nos acalmamos.

Keppe notou que a pessoa que procura a análise nunca fala de si diretamente. Quando fala de si mesma, mente ou, na melhor das hipóteses, conta sobre as fantasias que elabora a seu respeito. E que, quando fala de terceiros, aí sim revela-se. Por este motivo passou a utilizar somente a técnica comparativa com a finalidade de obter melhor material para interpretação. O indivíduo precisa de um espelho para poder se ver como é, tanto no mundo físico como no psíquico.

Como exemplo, citamos o caso da cliente R. S., quando falava a Keppe a respeito de sua forte oposição à análise e à pessoa dele. O diálogo foi o seguinte:

K — O que a senhora acha de mim ?

R — Acho que o senhor fala coisas certas, mas é muito megalômano e se acha o dono da verdade.

K — Então a senhora disse, através de mim que, apesar de saber o que é certo, age de maneira megalômana e se acha a dona da verdade.

A partir do momento em que o ser humano começa a aceitar essa volta para si, então inicia-se a cura. Quanto mais faz esse movimento, mais se ampliam seus horizontes. O ser humano muito interiorizado chega a perceber coisas dentro de si que não existem correspondentemente no universo externo, pois o seu íntimo é o que há de mais perfeito em toda a criação.

Se temos essa maravilha em nós, então por que não a usufruímos? Keppe explica essa recusa por ser o nosso interior o reflexo da beleza divina. A Sanidade que vemos dentro de nós não é nossa realização, e, diante de tanta grandeza e maravilha, cegamo-nos pela terrível inveja que sentimos daquele que nos presenteou com ela. Assim é que a humanidade passou a ver a vida como algo feio, penoso, sem sentido e angustiante, e o “papel” que representamos está longe de ser a expressão da nossa realidade interna.

 

Cláudia B. S. Pacheco, Extrato do livro A Cura pela Consciência – Teomania e Estresse

Psicanalista e escritora, com 12 livros publicados. Vice-presidente da SITA, presidente e fundadora da Associação Keppe & Pacheco e da STOP a Destruição do Mundo.

Jornal STOP a Destruição do Mundo | Ano X – N°101 | Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco

aprenda-linguas-fazendo-terapia-millennium-linguas-sao-paulo-sp

Aprenda línguas fazendo terapia

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

É possível aprender uma língua e fazer psicoterapia ao mesmo tempo?

Com certeza! E nós temos a experiência de 23 anos do Instituto de Línguas Millennium, o Centro de Idiomas da Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco, como prova.

“Tenho passado por momentos muito difíceis com minha mãe, que sofre de Alzheimer, e tem comportamentos até agressivos com a família em geral. As aulas da Millennium me deram o equilíbrio para lidar com isso”
J.A., aluna da Unidade Rebouças da Millennium

Numa pesquisa efetuada nessa inovadora escola de idiomas, os alunos relataram que estudando os textos terapêuticos da Millennium se tornavam mais calmos, conseguindo lidar melhor com os mais diversos problemas.

Os sintomas psicossomáticos também melhoram ou desaparecem como narra M.F., aluna de inglês da Unidade Moema:

“Desde criança eu sofria de dores de garganta, tomava anti-inflamatórios e antibióticos, mas a constância das dores aumentava, até o ponto de me recomendarem uma cirurgia, que não cheguei a fazer. Depois de estudar na Millennium, essas dores diminuíram e aos poucos deixei de precisar sequer de remédios.

Constatei que o perfeccionismo que eu tinha, antes de me conhecer melhor através das aulas de inglês, é que gerava tensão e causava as dores de garganta. Eu me acalmei, percebi que fui me tornando mais tolerante, e as dores sumiram!”.

Produtividade

Os alunos relatam que também se tornam mais ativos, ao perceberem a própria contração, ou seja, como inconscientemente se opõem à própria realização:

“Finalmente consegui um emprego depois de um ano desempregado. Após quatro meses de curso na Millennium, tive uma mudança energética na minha vida. Entendi melhor o contra que sempre dou em mim mesmo e nos outros e, no dia da entrevista, usei a técnica ensinada pelo professor norte-americano Bob e falei bom dia para todos no RH.”

(P. R., aluno do básico 1 da Unidade Augusta).

Cultura

As melhoras são, às vezes, as mais inesperadas:

“Já não levo multas no trânsito, o que era muito recorrente na minha vida. Como eu era muito agitada, sempre achava que tinha que chegar primeiro. Com as aulas na Millennium me acalmei tanto que agora dirijo com tranquilidade, e ainda economizo dinheiro das multas. Além disso, tinha várias doenças físicas e, com o tempo, elas desapareceram! Também descobri uma vida intelectual que jamais pensava que poderia ter; pois na Millennium, além de inglês, aprendo sobre universais de Platão, inversão da metafísica de Aristóteles, método keppeano de interiorização, problemas sociais e suas soluções etc”.

(T.F., aluna da professora finlandesa Sari Koivukangas, da Unidade Chácara Santo Antônio).

Por que traz benefícios além do aprendizado da língua?

O Método Psicolinguístico Terapêutico Trilógico criado pelo psicanalista Norberto Keppe, é um modo de ensinar sui generis, praticamente ao contrário dos tradicionais. Enquanto que a finalidade do ensino tradicional é fornecer informações para o aluno memorizar, no ensino terapêutico trilógico, o aluno é levado a se conhecer e a conhecer o mundo para adquirir maior sanidade psíquica, que o ajuda a estudar melhor tudo, inclusive a aprender o idioma mais depressa.

 Jornal STOP a Destruição do Mundo | Ano X – N°101 | Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco

vamos-organizar-uma-sociedade-de-amigos-de-deus-jornal-faculdade-trilogica

Vamos Organizar Uma Sociedade de Amigos de Deus

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

Vamos organizar uma Rede de Amigos de Deus, não importa de que país, raça, religião sejam – até «ateus». Vamos usar de todo o nosso esforço para agradecer ao Criador a vida que nos deu e, principalmente agora, com a possibilidade de mostrar que Ele tem, sim, amigos fervorosos, e acabar com essa absurda ideia de que o rejeitamos. Sentimos enorme satisfação em ajudá-lo, na administração de nosso Planeta, tão confuso e sofredor, devido à sua estrutura psicológica e social invertida.

Estou escrevendo essa mensagem ao Todo-Poderoso, do Universo, para deixar registrado que estamos aqui para enfrentar qualquer revés que tivermos, como penhor de nossa gratidão ao Ser Absoluto e Total do Bem que existe.

Temos de organizar uma Rede de Amigos de Deus, para combater os demônios que dominaram a Humanidade, reunindo grupos de amigos e parentes, para explicar as técnicas que os diabos usam para estragar nossa Civilização:

1º) Ler e explicar o que o livro Psicoterapia e Exorcismo revela a respeito da conduta doente dos seres malignos, que não possuem qualquer possibilidade de trazer o bem, seja para si
próprios ou principalmente para o Universo.

2º) Como o Ser Humano também está enganado, com essas ideias invertidas dos diabos, pensando que eles têm qualquer condição de ajudar.

3º) A enorme possibilidade que temos agora, com a presença da 3ª Pessoa Divina, o Espírito Santo, que vem completar a atuação da Trindade em nosso Planeta. Assim como Jesus Cristo desenvolveu a ação de Moisés, vem atualmente a 3ª Pessoa encerrar a atuação das Três Pessoas, o que significa o retorno ao Paraíso Terrestre, até o final dos tempos.

É claro que nem todo «joio» será eliminado, mas, daqui por diante, o «trigo» irá crescer com mais intensidade, por causa da conscientização sobre a origem do mal, que nos assolou tanto tempo, possibilitando sua correção, e a própria ciência (Trina), a última bela flor da Trindade Santíssima.

O ser (criado) só pode ser, se está no Ser (Eterno), porque ele não pode existir por ele mesmo, nem no início, ou em ocasião alguma — ele sendo parcial, só pode haver com o Total, porque, sem Ele, nada existe. Posso ainda dizer que o ser (criado) só pode ser com outro, pois ele, por si mesmo, não pode se criar, nem haver. A descoberta de Tesla sobre a Energia Escalar (Essencial) nos mostra que participamos da Energia Divina, que também foi criada, permanecendo no tempo e espaço, que são formados e conservados pelo Criador.

Posso dizer que todo o mal que sofremos vem dos demônios, que, invejosos e megalômanos, perderam a noção de toda a Grandeza Divina, e optaram viver obscurecidos por sua patologia — é um fato curioso de muitos pensarem que só existe o que se vê e sabe, como o próprio pensador inglês George Berkeley (1685-1753) escreveu.

Em minha atividade trilógica é fácil notar que os males humanos advêm, justamente, quando a pessoa esconde os males que realiza, pensa ou imagina — neste sentido, Freud acertou absolutamente quando mostrou que a vida inconsciente se forma ao esconder os erros que o indivíduo comete, em seu aspecto negativo. Os próprios diabos fogem dessa consciência, criando as suas doenças, que depois passam para os seres humanos.

Norberto R. Keppe
Psicanalista, filósofo, cientista social, pedagogo e físico independente, autor de 42 livros, fundador e presidente da  SITA – Sociedade Internacional de Trilogia Analítica, que unificou a ciência à filosofia e teologia.

Jornal da Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco | Ano X – N°100 | Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco