Importância das Artes e da Estética – O Homem Universal 193

A arte não é um mero enfeite, mas é o fundamento da civilização. Sem estética, não pode haver saúde: nem psíquica, nem física, nem social. Daí o enorme interesse que o povo tem pelos espetáculos artísticos, que atraem multidões. O enfeamento das cidades, a destruição das belezas naturais, a poluição dos ares e mares são um grande fator no agravamento das neuroses e psicoses.

A beleza é fundamental para haver equilíbrio, daí a importância das artes, que trabalham com a estética. A arte é a própria alma da sociedade, é a expressão mais genuína de nossa sanidade (arte e transcendência estão sempre juntas).

A estética é fundamental para a sociedade e o ser humano, por isso os verdadeiros artistas têm de ser amparados em sua atividade, pois seu interesse não está no campo do dinheiro, colocando-se frequentemente em dificuldades financeiras; porém, sem os literatos, os músicos, os pintores e arquitetos, os bailarinos e escultores, os dramaturgos e artistas de teatro, o mundo não sobrevive.

Uma grande inversão que ocorre na sociedade é a colocação da economia (dinheiro) acima de quaisquer outros valores (como a arte, a cultura e a civilização) e isso deve ser corrigido, se quisermos sobreviver e atingir o sonhado mundo de justiça, harmonia e paz, desejado por todos e preconizado pelos grandes gênios e talentos do mundo artístico, através da história da humanidade

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*