O ser humano precisa conscientizar as más intenções para viver melhor – STOP 201

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

Os oceanos já não conseguem mais se auto-regenerar declara o NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration) – órgão do governo americano que estuda os oceanos e atmosfera. As implicações disto são catastróficas para a vida nos mares e para a existência do ser humano, que é a causa dessa destruição.

Sem consciência de sua patologia psíquica, criou uma estrutura econômico-social doentia – buscando satisfazer os desejos neuróticos dos poderosos patológicos. Em virtude disso, a sociedade fictícia está desmoronando.

 

terra-o-planeta-ilusorio-01-274x293Terra, o Planeta Ilusório

Este livro constitui uma súmula da orientação científica, filosófica e revelatória sobre a civilização humana do nosso planeta.

O autor pretende mostrar também um universo incrível no interior do ser humano pronto para ser despertado.

 

sociopatologia-01-274x293Sociopatologia

Este livro constitui um verdadeiro hino à beleza e às artes na civilização. O autor analisa o processo doentio da organização social mostrando suas origens e conseqüências, bem como uma forma de socioterapia (tratamento da patologia social).

Mostra que a ética, a estética e as artes são a base da civilização e da ciência e não a matemática, colocada erroneamente como base da vida científica e social.

 

A Medicina da Alma

“Os cuidados com a alma não favorecem apenas a saúde orgânica, mas trazem maior perfeição ao corpo.” Norberto R. Keppe

Publicado inicialmente em 1967., este livro é o clássico mais importante no campo da medicina psicossomática no Brasil até os dias atuais.
Constitui-se num guia prático para profissionais de saúde e leigos no entendimento e tratamento das enfermidades psíquicas e orgânicas.
Visão integral e unificada de Keppe, transforma os conceitos de doença e doente e já lança as bases para a Medicina Energética.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*