Sobre a STOP

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

A missão da Associação STOP a Destruição do Mundo é a de conscientizar as causas das enfermidades humanas e sociais e propor a sua terapêutica à luz da ciência que estuda a psicossociopatologia – a Trilogia Analítica.

A Associação STOP é uma associação sem fins lucrativos que estuda as causa psíquicas e sociais da destruição do mundo e os meios para melhorar a qualidade de vida da população.

Foi fundada em Paris em 28 de junho de 1992 (lei 1901) pela psicanalista e escritora Cláudia Bernhardt de Souza Pacheco, que reuniu um grupo internacional de indivíduos e instituições dedicados à preservação da humanidade e da natureza. É realizada pela Associação Keppe & Pacheco.

Princípios de ação da STOP:

– Apolítica
– Ecumênica
– Multi-cultural
– International
– Independente de poderes políticos e econômico financeiros.

A principal orientação científica e filosófica usada pela STOP é a do psicanalista, filósofo e cientista social, Norberto R. Keppe, criador do método da Psicanálise Integral ou Trilogia Analítica e autor de mais de 30 obras sobre a psico-socio-patologia.Os objetivos da STOP são promover a conscientização em massa da causa psico-socio-patológica dos problemas, ainda inconscientes da nossa era, realizando uma verdadeira socioterapia.

Nossos programas fornecem ferramentas a quem queira trabalhar não só para brecar a destruição, mas também para melhorar a qualidade de vida dos seres humanos, da sociedade e do planeta como um todo.

trilogia2A Trilogia Analítica é o desenvolvimento da Psicanálise Integral, criada por Norberto R. Keppe, que unifica a ciência, à filosofia e à teologia.

Keppe denominou seu método de Trilogia pois ela é o resultado do estudo:

No ser humano: Sentimento (amor), Pensamento (razão) e Estética;

Na sociedade: Teologia, Filosofia e Ciência (e Arte);

Em Deus: Trindade Divina – Pai, Filho e Espírito Santo.

Analítica pois é uma ciência experimental e realiza um trabalho científico analítico.

Psicopatologia Trilógica

Diversamente às orientações psicanalítica, psicológicas, psicossomáticas e psiquiátricas, Keppe é o único cientista a focalizar a causa principal das doenças mentais em fatores psíquicos, isto é, advindos do próprio interior do indivíduo, ligados ao uso invertido de sua vontade. Sendo assim, Keppe criou a primeira ciência verdadeira psicológica.

Aplicando a ciência psicanalítica aos estudos que fez de Filosofia e Metafísica, Keppe descobriu que a doença psíquica (neuroses e psicoses), à semelhança das doenças orgânicas e sociais, é resultado da deturpação ou destruição da sanidade pré-existente no ser humano. Malum privatio boni – o mal é a privação do bem, de acordo com a filosofia; na ciência, a doença é a privação da saúde.

Sociopatologia Trilógica

De acordo com Keppe, um outro aspecto fundamental na etiologia das dificuldades humanas situa-se no campo da estrutura sócio-econômica, quando ela é organizada para servir aqueles que detêm um poder sócio-econômico patológico. Esse tipo de organização, com leis e filosofias baseadas em valores invertidos constitui a outra causa das doenças mentais e orgânicas.

Espiritopatologia Trilógica

Keppe realiza a unificação do campo da espiritualidade à ciência ao considerar o ser humano criado essencialmente bom, belo e verdadeiro mas que, devido a oposição que realiza ao seu Criador (teomania e inveja) inverte sua vontade caindo da conduta perfeita original nas doenças e sofrimento. Nisso se assemelha aos espiritos decaídos aos quais Keppe chama de anjos esquizofrênicos – e mostra a semelhança de condutas dos psicóticos e dos mais doentes com esses seres infelizes e destrutivos da transcendência. A conscientização dessa problemática (psicopatologia) é o único meio de solucionar os problemas espirituais, sociais, psicológicos e orgânicos.

Informe-se no site da Sociedade Internacional de Trilogia Analítica (Psicanálise Integral)

A Inversão Psico-Social – A principal causa da destruição do Mundo

Em seu trabalho psicanalítico, Keppe descobriu em Setembro de 1977, que a causa básica da destruição do ser humano, da sociedade e do mundo está principalmente na inversão psíquica, que ocorre a dois níveis:

1) Nível individual – a inversão começa no interior do ser humano, na esfera emocional, nos “valores” e atitudes muitas vezes inconscientes, como por ex: adotar a mentira, a alienação, a desonestidade, o consumismo, o egoísmo, a inveja, a corrupção, a máscara, a vingança, a agressividade, a ganância, a preguiça, os vícios, enfim, a psicopatologia como atitudes vantajosas para sua vida.

De acordo com Keppe, esses problemas têm a teomania como sua raiz (soberba, arrogância, megalomania e narcisismo). Devido a esta atitude destrutiva ainda inconsciente, o ser humano rejeita e destrói tudo o que é bom, belo e verdadeiro em sua própria vida e na civilização.

2) Nível Social – na sociedade a inversão se manifesta principalmente através dos poderes patológicos da sociedade (principalmente o financeiro) que criam leis sem ética e injustas, hábitos de vida destrutivos, instituições corruptas, que agem contra o povo privando-o de sua liberdade felicidade e destruindo a natureza. Os poderosos usam do poder para realizar suas intenções psicopatológicas individuais.

A Projeção e a Paranoia

A paranoia e, a ideia de que “o mal está nos outros e vai nos destruir” é fruto da projeção (o mal que não vemos em nós projetamos nos outros). Essa é a mais perigosa das inversões.

A nível social, a paranoia e a projeção levam às guerras, ao terrorismo, ao racismo, a intolerância religiosa, o capitalismo selvagem (privado ou de estado) aos juros extorsivos, a exploração irracional do trabalho humano e dos recursos naturais, ao abuso dos sistemas de repressão, ao exagero da vigilância contra o povo e corte das liberdades civis.

Daí resultam as enfermidades orgânicas, psíquicas, sócio-econômicas e ecológicas.

P.S. – No momento o poder financeiro patológico dominou os poderes político, judiciário, legislativo, religioso, mediático etc. estabelecendo a pior de todas as ditaduras que já se teve conhecimento na história, onde os poderes (elite de 1%) vê seus problemas no povo (99%).

Conscientização

“Consciência é um fenômeno intermediário entre sentimento e intelecto, dependendo dos dois, para se fazer valer – do primeiro (o sentimento) como base e do segundo (o intelecto) como sua manifestação.”

Psicossociopatologia
Psicossociopatologia

Segundo Keppe a consciência é ligada à ética, e o indivíduo consciente é, automaticamente responsável, pois a percepção dos erros e do mal nos impele também, automaticamente, para a sua correção.

Só a conscientização em massa da psicossociopatologia poderá mudar o rumo da humanidade.

Para melhor compreensão desses conceitos, leia os livros da Proton Editora, e assista aos programas de TV e programas de rádio educativos disponíveis neste site.

Aquele que não faz nada para impedir a destruição do mundo está ajudando a destruí-lo.

Professor Agostinho da Silva

agostinho-da-silva-patrono-stop

Entre os anos de 1988 e 1994, Cláudia Pacheco trabalha na Europa onde dedica boa parte de seu tempo a Portugal. Lá conheceu Agostinho da Silva, um dos maiores filósofos de sempre e referenciado como um dos principais intelectuais portugueses do século XX. Nesses contatos estabeleceu-se um vínculo entre o filósofo quinto imperialista e a STOP – motivo que levou a sua fundadora a convida-lo a ser um de seus patronos – dado a afinidade na filosofia e intenções.

Agostinho afirma em um de seus encontros com a psicanalista Alcione Scarpin, representante da STOP em Lisboa que “agora tenho certeza que o Reino do Espírito Santo já começou – a prova disso são as empresas trilógicas criadas por Keppe.”

O tema mais candente da sua obra foi a cultura de língua portuguesa, num fraternal abraço ao Brasil e aos países lusófonos. Da sua extensa bibliografia, destacam-se o livro Sete cartas a um jovem filósofo, publicado em 1945.

Leia a entrevista de Agostinho da Silva para a Revista de Psicanálise Integral (1992) Arquivo em PDF

Em 1947 instala-se definitivamente no Brasil, onde vive até 1969. Em 1948, começa a trabalhar no Instituto Oswaldo Cruz do Rio de Janeiro, estudando entomologia, e ensinando simultaneamente na Faculdade Fluminense de Filosofia. Colabora com Jaime Cortesão na pesquisa sobre Alexandre de Gusmão. De 1952 a 1954, ensina na Universidade Federal da Paraíba (em João Pessoa) e também em Pernambuco.

Em 1954, novamente com Jaime Cortesão, ajuda a organizar a Exposição do Quarto Centenário da Cidade de São Paulo. É um dos fundadores da Universidade de Santa Catarina, cria o Centro de Estudos Afro-Orientais, e ensina Filosofia do Teatro na Universidade Federal da Bahia, tornando-se em 1961 assessor para a política externa do presidente Jânio Quadros. Participa na criação da Universidade de Brasília e do seu Centro Brasileiro de Estudos Portugueses no ano de 1962 e, dois anos mais tarde, cria a Casa Paulo Dias Adorno em Cachoeira e idealiza o Museu do Atlântico Sul em Salvador da Bahia.

Regressa a Portugal em 1969, após a doença e morte de Salazar e a sua substituição por Marcello Caetano, facto que dá origem a alguma abertura política e cultural no regime. Desde então continuou a escrever e a leccionar em diversas universidades portuguesas, dirigindo o Centro de Estudos Latino-Americanos da Universidade Técnica de Lisboa, e no papel de consultor do Instituto de Cultura e Língua Portuguesa, (atual Instituto Camões).

Em 1990, a RTP1 emitiu uma série de treze entrevistas com o professor Agostinho da Silva, denominadas Conversas Vadias. Uma outra entrevista, conduzida por António Escudeiro e chamada Agostinho por si próprio, fala sobre a sua devoção ao Espírito Santo e foi publicada pela editora Zéfiro em 2006.

Faleceu no Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, no ano de 1994.

Tarsila do Amaral

tarsila-do-amaral-patrono-associacao-stop-dTarsila do Amaral foi uma pintora e desenhista. É considerada uma das mais importantes pintoras brasileiras do movimento modernista. Seu quadro Abaporu, de 1928, inaugura o movimento antropofágico nas artes plásticas. Nasceu na cidade de Capivari (interior de São Paulo) onde a família tinha uma fazenda.

Cláudia Pacheco, prima e sobrinha de Tarsila pelo lado de sua mãe, Eunice Augusta de Souza Pacheco, e que também frequentava a fazenda de Mombuca/ Capivari, teve em Tarsila uma grande fonte e inspiração para o trabalho ousado, inovador e irreverente de ambas.
Por isso, Cláudia escolheu Tarsila como patrona da Associação STOP a qual fundou na cidade onde ambas viveram e trabalharam: a amada Paris.

No especial Tarsila, Cláudia e os entrevistados dão informações inéditas sobre a vida da maior artista brasileira.

Assista ao Programa STOP – Especial Tarsila do Amaral

31 de Dezembro de 2003

Declaração Oficial
2004 Ano da Ação no Bem

Tendo em vista a finalidade de sua fundação em 1992, que é a de dedicar-se à preservação da humanidade e do Planeta Terra, e

Reafirmando a necessidade da conscientização em massa das causas psicossociopatológicas dos problemas de nossa era,

A Associação STOP a Destruição do Mundo declara oficialmente o seguinte:

Sendo que a situação ecológica do mundo continua perigosamente ameaçadora à sobrevivência das espécies, e

Sendo que as hostilidades e terrorismos mundiais permanecem, trazendo destruição, desabrigo, violência desnecessária e dor para bilhões de cidadãos da Terra, e

Sendo que todas as iniciativas políticas, religiosas e científicas foram, e continuam a ser, ineficazes na abordagem e na solução das primeiras causas dos problemas que nos confrontam no nosso planeta

Sendo que o mal e todas as suas manifestações tem reinado plenamente nas atividades humanas e tem sido totalmente apoiado conscientemente e inconscientemente por toda a humanidade por tanto tempo…

Hoje, portanto, declaramos a todos que, numa iniciativa internacional, julgamos inadiável o restabelecimento dos verdadeiros valores humanos, que nos brotam das fontes interiores de verdade e consciência e,

Neste Espírito, a Associação STOP proclama

2004 – O Ano da Ação no Bem

Assim demarcando oficialmente a desinversão da sociedade humana e dando início a uma força de Ação no Bem, contrária a atual, a fim de darmos um fim ao mal, à miséria e ao sofrimento que tem prevalecido na Terra.

Abaixo, algumas das atividades realizadas pela Associação STOP A DESTRUIÇÃO DO MUNDO:

28 de junho de 2015
11ª Festa do Divino – Cambuquira (MG)

28 de dezembro de 2014
10ª Festa do Divino – Cambuquira (MG)

27 de dezembro de 2014
Ballet Quebra Nozes e o Presépio Encantado (Alunos Projeto Cambuquira – Ação no Bem) – Theatro Thalia – Cambuquira (MG)

17 de maio de 2014
2º Festival de Dança de Cambuquira – Cambuquira (MG)

8 de dezembro de 2012
Concerto STOP 20 Anos (1992 – 2012) – Colégio Stella Maris – São Paulo (SP)

6 a 8 de setembro de 2012
Fórum STOP a Destruição do Mundo – STOP +20 – Colégio Stella Maris – São Paulo (SP)

6 a 12 de julho de 2012
19º ICAT – Congresso Internacional de Trilogia Analítica – A Energética da Consciência na Vida Diária – Grande Hotel Trilogia – Cambuquira (MG)

7 e 8 de julho de 2012
8ª Festa do Divino – Cambuquira (MG)

12 de maio de 2012
Pré-Fórum STOP a Destruição do Mundo – STOP +20 – Colégio Stella Maris – São Paulo (SP)

26 de dezembro de 2010
Ballet Quebra Nozes (Alunos Projeto Cambuquira – Ação no Bem) – Theatro Thalia – Cambuquira (MG)

17 e 18 de julho de 2010
6ª Festa do Divino – Cambuquira (MG)

13 a 15 de maio de 2010
Fórum Psico-Social – Curando o Mundo pela Consciência (da Inversão) – São Paulo (SP)

27 de setembro de 2009
Leilão Beneficiente “Crescer com Arte – Ação no Bem” – Galeria Vitrimille – São Paulo (SP)

26 de setembro de 2009
Seminário de Medicina Psicossomática Integral – Colégio Stella Maris – São Paulo (SP)

5 e 6 de setembro de 2009
3º EIMPI – Encontro Internacional de Medicina Psicossomática Integral – Grande Hotel Trilogia – Cambuquira (MG)

9 a 11 de julho de 2009
6º Festival de Artes e Cultura de Cambuquira – Grande Hotel Trilogia – Cambuquira (MG)

13 de junho de 2009
5ª Festa do Divino – Cambuquira (MG)

24 a 27 de setembro de 2008
World Conference of Analytical Trilogy, Co-Sponsored by the University of San Diego Center for Christian Spirituality – Mission Valley Resort – San Diego, USA

12 a 15 de julho de 2006
3º Festival Internacional de Artes de Cambuquira – Grande Hotel Trilogia – Cambuquira (MG)

10 a 17 de julho de 2005
1º Fórum Internacional de Mídias Independentes – Grande Hotel Trilogia – Cambuquira (MG)

10 a 17 de julho de 2005
2º Festival Internacional de Artes de Cambuquira – Grande Hotel Trilogia – Cambuquira (MG)

10 a 17 de julho de 2004
1º Festival Internacional de Artes de Cambuquira – Grande Hotel Trilogia – Cambuquira (MG)

23 de maio de 2004
Concerto Artistas pela STOP – Teatro São Pedro – São Paulo (SP)

26 de março de 2004
Encontro Internacional Aberto sobre Águas – Grande Hotel Trilogia – Cambuquira (MG)

6 e 7 de Junho de 2003
Fórum STOP Paris+10 – São Paulo (SP)

24 e 25 de maio de 2003
Fórum Contra a Destruição do Mundo – São Carlos (SP)

12 de janeiro de 2003
Um Concerto para Consertar o Mundo – Teatro Fernando de Azevedo – São Paulo (SP)

1º junho de 1998
Fórum Interdisciplinar O 3º Milênio e os Direitos do Homem Universal – São Paulo (SP)

18 de março de 1995
Fórum STOP a Destruição do Mundo – Estocolmo – Suécia

10 a 12 de fevereiro de 1995
Fórum STOP Brasil / Europa – Palazzo Arnolfini – Lucca – Itália

1994
Campanha STOP a Destruição do Mundo em associação com Músicos Contra Armas Nucleares – St. Jam’s Piccadilly – Londres – Inglaterra

1993
Fóruns permanentes STOP a Destruição do Mundo – Lisboa/Faro – Portugal

28 a 30 de maio de 1993
Fórum STOP a Destruição do Mundo – Lisboa – Portugal

26 de Junho de 1993
Concerto “A Rebelião dos Anjos” – Teatro “La Cigale” – Paris – França

22 a 26 de Junho de 1993
Fórum STOP a Destruição do Mundo – Paris – França

11 de outubro de 1992
Fórum STOP a Destruição do Mundo – Estocolmo – Suécia

“Trilogia Analítica, Honrosos e grandes pessoas Dr. Norberto R. Keppe e Dra. Cláudia Bernardt Pacheco. Sou sempre muito grato à Deus por conhecer a SITA, esse trabalho Primoroso e Brilhante, Verdadeiro, Belo e Bom! Hoje sou um pouco melhor do que antes, mas sempre aprendendo e me conscientizando da Verdade Infinita.”
Eucana, 29/07/2015

“Muito importante obter conhecimentos através desse programa… Estou feliz de poder acompanhar o programa novamente! Mais confesso que Fiquei um pouco confuso com o tema abordado, devido minhas crenças religiosas que me passaram na minha juventude. Não sou mais religioso e estou aprendendo a me conscientizar através do trabalho de vocês….Obrigado!”
Marcelo Santos

“Fé se tem ou não se tem ,além de ser um direito acreditar em certo assunto;creio que a essência da vida é espiritual e que nada acaba com o fim do corpo material# Parabéns.Muito bom trabalho.”
Elói Silva

“INTERESSANTE E INSTRUTIVO”
Frank Vinil

“Fico muito feliz em poder participar de um trabalho tão grandioso e inspirador. Gratidão !”
Osvaldo Lopes

“São muito bons e têm me auxiliado. Assisto sempre que posso. Grata por postar!”
Cristiane Santos

“Parabéns pelo excelente trabalho. Infelizmente, a grande mídia não tem interesse algum em mostrar outra realidade à população, por isso, trabalhos e pesquisas de grande relevância como os desenvolvimendos pela SITA, acabam não alcançando a maior parte da população. Contudo, vemos que a cortina negra que oculta a verdade, está sendo rasgada pouco a pouco. O bem vencerá e a humanidade sobreviverá. Estarei acompanhando e divulgando o trabalho de vocês. Obrigado.”
PASM, SP

“Fiquei encantada com os comentários do Dr. Norberto Keppe sobre a conservação do planeta e simultaneamente de nós. Gostaria de me tornar membro desta comunidade, bem como fazer cursos e me aprofundar”
M.D.N.B., São Paulo/SP

“Parabéns! Vocês são luzes que iluminam caminhos que levam até as VERDADES escondidas nas sombras daqueles que plantam a destruição deste nosso único e frágil mundo!”
P.R.B., São Paulo/SP

“Vocês mudaram minha vida já são 2 dias que não paro de assisti-los, mande-me mais informações. Finalmente encontrei um pensamento tranquilo, nao partidario ou monoteologico, apenas algo de dentro da gente. Desmarcarar este assassinato de nossa civilização. tudo é capital, poder e máscaras sociais. Lindo a vossa palestra e programa. Assisto no canal 3 de minha cidade em tv fechada.”
A.V., Manaus/AM

“Não há cura sem compreensão. Nós seres humanos temos a oportunidade de salvar o planeta quando nos curarmos dos males que estão dentro de nós. Esta é uma grande oportunidade que se apresentou para mim. Eu quero isto para a nossa mãe Terra. Muito obrigada!”
M. G., Flores da Cunha/RS

“Obrigada por dividir comigo a beleza desse conhecimento.”
M. A. P. T., SP

“Sou fã do programa, que é exibido no nosso Canal, inédito, às 16h e com reprises às 22h, às 4 da madrugada e às dez da manhã da segunda-feira. Acredito, fervorosamente, que a inveja é o maior dos males da humanidade.”
E. B., TV Vale das Artes, Peruíbe/SP

“Diante do ritmo acelerado de destruição em todas as esferas ambiental, humana, social, econômica, politica, bélica, etc, o sentimento predominante é o da impotência. Porem se cuidarmos de fazer o nosso melhor, cuidando de nossa saúde física, mental, emocional, afetiva, psicológica, estaremos contribuindo para reduzir a destruição, pois será um a menos destruindo. Se formos amigos, solidários e respeitosos podemos reduzir impactos negativos ao nosso redor. Se tomarmos consciência de que a escolha por participara da construção ou da destruição da vida e da qualidade da vida é nossa, ou seja é individual, podemos escolher não destruir. Qual é a sua escolha?”
O.S., Doutora em Agronomia, São Roque/SP

“Obrigado por sua mensagem ética que entendo na direção de resistir à mercadorização das relações humanas. Saudações cordiais.”
J. J. L., Rio de Janeiro/RJ

“Quanto mais informativo de vocês, quanto mais proposta de pensamentos que podem e devem mudar os maus rumos da humanidade, nossa triste realidade, me convenço, não surpreso , da pontencialidade destas mensagens , as quais sempre me revestem de muita esperança – quinada de 380 graus – e convivencia civilizada entre os povos. Ou seja: “Nosso EGO dominado”
L. C. R.

“É muito bom o trabalho da STOP A DESTRUIÇÃO NO MUNDO e eu os apoio. Como pessoa vejo a luta constante em buscar a verdade, mas o principal é levar esta ciência ao povo. Grande abraço e sucesso a equipe.”
S. O.

“Parabenizo a equipe da STOP por todo o trabalho desempenhado. Quero agradecer por todas as informações que a mim foram passadas. Todas elas contribuiram para o meu aprendizado. Obrigado e abraços.”
M.A.V.S

“Este é um exemplo que a TV pode ser um veículo de difusão do conhecimento.”
A.C.J., São Paulo/SP

“Cada vez mais percebo o quão “corajoso” é este trabalho, pois a inversão está presente em todas as esferas da sociedade, principalmente nas mais poderosas.”
L.D., São Paulo/SP

“Gosto muito da Associação STOP, espero que um dia possa dar minha contribuição a este trabalho.”
P.M., estudante de Direito, Timor

“Olá pessoal da STOP, estou com vocês para o que der e vier, pois o planeta precisa da gente!”
J. M. L. J., Estudante, AL

“Estou incentivando meus amigos da faculdade para assistir sempre o programa STOP. Assistimos pela TV CARAVELAS de Ipatinga (MG).
Parabéns pela iniciativa!”
V.A., Estudante de Direito, MG

“Os conceitos trilógicos são para mim, como um copo d´agua fresca no deserto.”
L. A. A. Guerra, Autônomo, SP

“Hoje as pessoas se preocupam com o ter e não com o ser em sentido amplo e objetivo. A inversão de valores está em moda e não vislumbro coisas boas e positivas para o futuro, levando-se em consideração o comportamento do homem e suas necessidades materiais se sobrepondo às necessidades espirituais.
Quanto a consciência esta nada mais é que a força do pensamento, sendo que, o pensamento é a exteriorização da alma e ai percebemos que a alma humana está doente, cheia de desejos inversos com sinais de desiquilíbrio evidentes, indo em direção ao abismo total e absoluto em face de sua ambição e de seu egoísmo.
Penso que vai haver uma intervenção divina no sentido de se depurar a raça, caso contrário estamos fadados ao caos moral e ético de maneira irreversível.
Abraços fraternos sempre. Seus textos e estudos me ajudam muito quanto ao meu crescimento. Obrigado.”
L.L.

“Estou muito contente de poder enviar o meu agradecimento para este programa que faz sucesso promovendo a vida das pessoas e da natureza. Faço Pedagogia no período noturno em Cuiabá – MT, e a noite fico escutando vários programas e analisando o teor dos conteúdos. E numa bela noite eu ouvi o STOP. Fiquei encantada, perplexa e como me ajudou e continua me ajudando a pensar melhor e com qualidade de vida. Estou num momento crítico da minha vida. Mas não quero desanimar. Propago vocês na faculdade, a professora de Filosofia da Educação gostou da notícia que também não conhecia. Gratidão pessoal! Desejo muita força para continuar o caminho.”
M. B., Cuiabá/MT

“Sou estudante do 1º período de psicologia do Cesmac, Maceió (AL), e mais uma vez mando este e-mail dizendo que gosto muito do trabalho dos psicanalistas Dr. Cláudia Pacheco e Dr. Norberto Keppe, acho bastante interessante e que hoje consegui assisti-los, pela televisão e fiquei muito feliz! Desejo um dia ir a São Paulo e poder conhecer de perto parte do trabalho de vocês! Eu os admiro muito! Agradeço ao programa de vocês, exibido na televisão, que foi um dos fatores que me fez escolher cursar psciologia. Parabéns!”
T.L., Maceió/AL

“Obrigado ao Dr Keppe e a Dra Claudia, que os vejo todos dias na TV Aberta. Obrigado a todos e continuem nos esclarecendo com esse rico trabalho, eu os considero como novos descobridores ou novos bandeirantes.”
B.L., São Paulo/SP

“O programa STOP a Destruição do Mundo é muito bom! Muita gente ligando para a emissora e dando os parabéns!”
TV Caravelas – Canal 12, Ipatinga/MG

“Consideramos os conteúdos transmitidos pela Stop à Destruição do Mundo, são deveras importantes, para uma maior observação do mundo que nos rodeia e de nós mesmos. É portanto, para nós, gratificante, podermos levar, duas vezes por semana, este espaço radiofónico até aos nossos ouvintes! Muito obrigado.”
C.B., Diretor da Rádio AntenaWeb, Vila Nova de Gaia, Portugal

“O maravilhoso programa STOP / Trilogia Analítica (não perco um), entra todas as terças-feiras às 21 horas e é reprisado na nossa grade às 3 horas da manhã, às 9 da manhã da quarta-feira e 15 horas da quarta-feira.
Parabéns pelo programa, mais uma vez, do qual sou fã e mais centenas de telespectadores, que nos enviam comentários por e-mail ou Twitter.” Um abraço,
E.B., Presidente, TV Vale das Artes, Peruíbe/SP

“Quero participar de qualquer jeito.”
N.T., Estudante 16 anos, Dracena/SP

“Conheci o site a poucos dias. Assisti o conteúdo multimídia em partes. Estou boquiaberto de não ter conhecido a mais tempo. Vou tirar um tempo diário para assistir todos os vídeos do site. Desde já meus parabéns a todos os que movem essa ferramenta importantíssima à humanidade.”
A.J., Goiânia/GO

“Eu quero participar porque eu sempre achei essa ONG muito importante. Se for possível quero dar ideias sobre o assunto ‘Aquecimento Global’ entre outros. Posso escrever textos a respeito dos assuntos respectivos, escrever redações, mandar ideias a vocês.”
F.V.P., Estudante, Sete Lagoas/MG

“Olá, tenho 13 anos. Meu sonho é ser cientista. Gostei muito desse programa de conscientização. Parabéns pelo programa, é super fantástico.”
T.S.S., Estudante, Fortaleza/CE

“Parabéns a vocês que fazem parte do ´STOP´ e é bom saber que existem pessoas que ainda se importam com o planeta, eu também faço minha parte, por menor que ela seja! Continuem sempre!”
A.J.

“Olá. Meu maior sonho é ser Biólogo, mas tenho medo de não conseguir.
Temo que não haverá mais natureza e sem natureza, animais, como vou exercer esta profissão?”
I.F.A, 13 anos, Estudante, Marabá/PA

“Gostaria de participar fazendo panfletos e um site em meu colégio para os alunos se conscientizarem que temos que reciclar e cuidar do meio ambiente.
Eu tenho apenas 15 anos, mas me preocupo muito com isso. Quase ninguém da minha família se importa com isso e eu quero ser uma voluntária para ajudar contra o aquecimento global.”
E. C. B. – estudante, União da Vitória/PA

“Gostaria apenas de manifestar a imensa alegria que senti quando assisti ao programa. Num dia em que sentia-me extremamente triste sintonizei o programa por acaso e o que ouvi encheu-me de esperança e otimismo. Que bom que vocês estão aqui. Quero dizer que sinto grande admiração por esses dois grandes seres humanos: Dra. Claudia e Dr. Keppe, (devo ser só mais uma entre milhares) e que vocês fazem a diferença neste mundo em que vivemos. Que Deus os abençoe e cubra-lhes de graças e vida longa. Obrigada.”
A. S.S. C, Manaus/AM

“Estivemos, aqui em São Paulo (SP) onde me encontro no momento, no estande do KEPPE MOTOR, com o pessoal da Associação STOP, com a qual já tínhamos estabelecido um contato. A recepção não poderia ter sido melhor.
O KEPPE MOTOR é uma realidade e podemos, sim, utilizá-lo para múltiplas finalidades, pois, uma bateria solar de carga profunda, um painel fotovoltaico pequeno, ou um pequeno cata-vento (nosso VENTANIA) e podemos resolver muita coisa.”
L.G., PR da empresa que projetou novas pás do TUFÃO.

“Estes programas estão caindo como uma luva para os objetivos da TV, construir uma sociedade humana, fraterna, justa, responsável com a vida em toda sua dimensão.”
C.R., RBN – Rádio Brasil Novo, SC

“Está tudo bem com o programa, estamos veiculando na grade, o programa tem obtido ótimos índices de audiência.”
J. C. P. – Diretor da TV Millennium do RS

“Meu nome é R. e é muito bom saber que ainda há pessoas dispostas a tentar melhorar o mundo em que vivemos, e creio que as ideias da Trilogia Analítica são as melhores existentes para dar solução para os problemas que atingem a humanidade, acho muito interessante esta união de religião, ciência e filosofia, a Trilogia Analítica.”

“Gostaria de dizer que acho a ‘organização’ STOP bem bacana, além de super importante também. Acho ótimo existirem pessoas, organizações que se preocupam com o meio ambiente, essas coisas em geral. Creio que, se fizermos a nossa parte (acho que já fazemos; o que falta são OS OUTROS FAZEREM A(S) PARTE(S) DELES), ainda há tempo de salvar (ou pelo menos, diminuir os problemas que já se acentuam. Mais uma vez, parabéns pelo(s) trabalho(s)!!!”
R.O. R., Porto Alegre/RS

“Que gostoso é ver os vídeos na seção multimídia e tê-los em minha companhia tão tarde da noite!
Escutar a gostosa voz do Dr. Norberto e perceber o seu senso de humor ponderado.
Lindo escutar a forma elegante e clara como ora a Dra. Claudia e a forma eloquente como coloca os seus pontos de vistas e ensinos.
Parece às vezes, que estou muito próximo a vocês e ao mesmo tempo participando de suas atividades em prol do despertar da consciência em favor do homem e do planeta em que vivemos.
Seria inútil dizer que concordo com vocês em 100% em tudo aquilo que expõem e ensinam. É uma concordância perfeita e cúmplice.
E igual a vocês, tenho lutado com muita paciência na difusão das ideias do despertar da consciência da humanidade, tarefa essa, que não é nada fácil para ninguém.”
H.G., Chile

“Deus criou a natureza e o mundo para que nós cuidássemos, mas estamos fazendo ao contrário, estamos destruindo, se a gente acordar dá tempo de salvar o mundo.
Meu nome é J.e eu gostei dessa coisa que vocês estão fazendo”
J. 7 anos, Joinvile/SC

“PARABÉNS pelo trabalho que vocês fazem!!!
Fico muito emocionada quando vejo a propaganda da STOP na TV!!!
Fico pensando como o mundo estará daqui a alguns anos e como é importante o trabalho de pessoas como vocês.”
F.G., Jundiaí/SP

“Gosto muito quando o Dr. Keppe fala do sistema produtivista. Uma pessoa muito sábia como ele deveria estar diariamente na mídia para elevar o nível das pessoas.”
C.S.M., professor de História da Rede Estadual de Ensino, São Paulo.

“Eu quero participar, conscientizando, os estudantes e professores de minha escola, para que eles entrem no site e também, pretendo incentivar a coleta seletiva no meu bairro, além de comunicar para todas as pessoas que eu conheço sobre a INVERSÃO, pretendo fazer elas entenderem que não são só os “outros” que promovem a destruição do mundo, mas somos nós, que pouco a pouco e de forma gradativa contribuímos para este acontecimento”
R.B.G., estudante, 14 anos, Natal/RN

“Olha, eu infelizmente não posso participar do curso por eu ter só quatorze anos, mas queria que vocês soubessem que o trabalho de vocês é muito bom e genial! Eu me preocupo sim em salvar nosso planeta, eu ajudo como posso, evitando jogar lixo nas ruas, organizando passeatas para que as pessoas percebam que estão acabando com nosso planeta. Também faço coletas de lixo nas ruas em grupo. Sei que isso que eu faço não vai salvar nosso planeta, mas ajuda um pouquinho. Espero que continuem esse genial trabalho. Parabéns!”
B.F., 14 anos – Estudante, Fortaleza/CE

“Estou escrevendo para elogiar o programa na TV e pela palestra do Prof. Norberto Keppe, o qual é um excelente psicanalista de grande sabedoria e bom senso. O programa em que ele traduz os pensamentos de filósofos, pensadores e poderosos de épocas trazendo para o contexto atual é de enorme importância para a sociedade. ”
A. F. M. C., Brasil

“Esta causa é nobre!”
J. N. de C., Professor, João Pessoa/PB

“Conheci este digníssimo trabalho através do programa O HOMEM UNIVERSAL que assisto já a cinco anos, porem já conhecia o trabalho de Dr. Keppe na Rádio Mundial que ouço a treze anos. Depois de conhecermos o processo invertido do qual caminha a humanidade, percebemos nitidamente a capacidade monstruosa de destruir tudo que temos de bom internamente e externamente também, porém com esta consciência já da prá acordar um pouco e se arrepender de tanta omissão e destruição. Parabéns!!!! Vamos parar de nos omitir!!!!!!”
M. S. O., Psicóloga, São Paulo/SP

“Como seres humanos e administradores temporários desta maravilhosa Obra Divina, não temos o direito de destruí-la com nossas atitudes errôneas e insanas. É urgente uma nova conscientização e inversão para a preservação do planeta e de nossa espécie.”
G. R. S., Técnico em Metrologia, Campinas/SP

“Conheci este trabalho na Sesc TV e achei importantíssimo! Conscientização é necessária e urgente. Lido com público, sou taxista, vou contribuir com pouco em dinheiro e muito mais divulgando dentro do meu táxi com meus passageiros. Trabalho em Brasília tenho contato com gente do país inteiro. Um abraço e parabéns!”
J. G. L., Taxista, Luziânia/GO

“Sou um apaixonado pela teoria da Dra. Claudia Pacheco, pessoa que admiro muito desde que li o seu livro: “A Cura pela Consciência”, e já faz alguns anos. Cumprimentos e obrigado!”
R. S., Portugal

“Meu nome é E., eu já conhecia a Trilogia Analítica, cheguei a estudar inglês na Escola de Línguas Millennium, e até a passear com ela também! Ouvi o programa na rádio e gostei muito! Parabéns! Gosto muito de sua abordagem sobre a problemática humana, embora só a conheça superficialmente. Abraços a todos!”
E., Brasil

“Estou aqui na Venezuela e aproveito sempre quando posso divulgar o trabalho da STOP à Destruição do Mundo.”
A. D. B., Venezuela

“Bom, eu só tenho a agradecer pela boa ação que vocês vêm fazendo e parabenizá-los…de verdade…parabéns e continuem sendo assim, uma organização séria, com ação em todo o mundo. Obrigado!”
A. K., Estudante, Giruá/RS

“Tenho um colégio e tenho curso de meio ambiente (técnico em meio ambiente), com muitos alunos. Também tenho amigo que tem uma ONG na cidade de Castilho/SP que cuida da preservação do meio ambiente. Gostaria de ser um representante da STOP aqui na cidade, bem como realizar palestras. Solicito maiores informações”.
N.T., Mantenedor de Colégio, Três Lagoas/MS

“Embora eu esteja interessado, no momento não tenho possibilidade de fazer o Curso de Terapeuta Psico-social (TPS), mas desejo realizar palestras básicas de conscientização da psico-socio-patologia (fornecidas pela STOP via internet ou CD-Rom) e divulgar o vosso material de conscientização. Sou professor de Filosofia em escola particular e pública, e a conscientização quanto à ética do cuidado do nosso planeta é uma das prioridades em minhas aulas. Atinjo mais de dois mil alunos, o que constitui um número relativamente grande de influência dentro da minha profissão. Uma das minhas convicções é a de que o problema da destruição do nosso planeta é um problema antropológico, isto é, um problema de compreensão do próprio homem. Esta minha compreensão parece vir de encontro com a filosofia da STOP. Por isso do meu interesse em conhecer melhor a vossa linha de pensamento, divulgá-la, divulgar vosso material e, deste modo, levar esta conscientização também para fora da sala de aula, em forma de palestras. Deste modo estarei dando a minha contribuição no cuidado para com o nosso planeta”
V. F., Professor de Filosofia, Nova Santa Rita/RS

“Desejo Participar para ser mais uma pessoa com finalidade de proteger nosso Planeta. Não devemos deixar que esse mal se prolifere. Vamos dar um STOP nessa triste realidade que vivemos.”
R.C.S., Militar, Recife/PE

“Quero receber informações, me interessei muito, mas que pena não tenho idade para contribuir, mas vou fazer minha mãe colaborar. OBRIGADO!!!!!!!! STOP!!!! para a destruição do planeta!!!!!!!!”
M.B.J.S., Estudante, 12 anos, Belo Horizonte/MG

“Somos una Asociación de televidentes sin animo de lucro de Colombia, y estamos interesados en aquirir su material, el cual nos ha perecido muy interezante para retrasmitir por nuestro canal. Muchas gracias por la atencion prestada”
R.M., ASUPAGEN TV, Colombia

“Olá tenho 18 anos e tenho vontade de desempenhar algum papel nesta conscientização e modificação da mentalidade humana de hoje. Se possível gostaria que entrassem em contato para uma possível realização de uma palestra aqui em Tietê. Desde já muito obrigado.”
V.L.S.B., Estudante, Tietê/SP

“Eu gostaria de participar conscientizando as pessoas sobre a situação real do planeta, mostrando soluções, isso em mini-palestras em faculdades, universidades, escolas, em residências, e nos shows da minha banda. Tenho estudado sobre Biocombustíveis, defendendo a utilização dos mesmos, até sobre a crise dos “Alimentos X Biocombustíveis”, nessa área tenho um bom material de informação, e uma ótima fonte que é Expedito Parente (meu tio). Portanto me disponho a ajudar no que estiver ao meu alcance, e a ser ajudado no que esteja ao alcance de vocês, em forma de mais capacitação.”
H.B.L., Empresário, Fortaleza/CE

“Pretendo participar de uma forma bem direta com a STOP e a comunidade. Trabalhar nisso divulgando a verdadeira questão da organização, que é parar de destruir o mundo e as pessoas. Assim melhorando o mundo em vivemos. Quero também participar de palestras, usar literalmente a camisa da STOP À DESTRUIÇÃO DO MUNDO.”
F.B., Balneário Camboriú/SC

“Gostaria de participar da STOP à Destruição do Mundo, gostaria de fazer o Curso de Terapeuta Psico-social (TPS) para me tornar uma representante ministrando cursos e conferências na minha cidade, mas sou de Cascavel/PR e não sei onde posso participar desse curso, por isso quero saber quando esse curso estará disponível via internet. Acho de suma importância o trabalho que vocês desenvolvem e gostaria de dar minha contribuição. Gostaria de saber também como posso me associar, como fazer o cadastro para poder acessar no site. Parabéns pelo belo trabalho, o mundo precisa de pessoas conscientes como vocês!!”
A.P.P., Bióloga, Cascavel/PR

“Quero participar da forma que for possível, sempre quis e quero ajudar a salvar o mundo, a natureza, os animais. Estou disposta a ajudar, mesmo sabendo que seria complicado para mim, mas qualquer coisa que eu puder fazer eu farei.”
P.T.O., Estudante, Fortaleza/CE

Abaixo lista de outros apoiantes da STOP de todo o mundo:

– ALMEIDA Dimas de, pastor, Portugal
– ALMEIDA Mariana Carvalho Rodrigues, São Paulo, Brasil
– ALMTEO Ingemar, President du Syndicat dos Travailleurs, Suécia
– ALVIM Maria do Carmo, do Musée de la Fondation Gulbekian, Portugal
– ANGELLOZ Yves, Presidente Fondador de Jeux Mondiaux de la Paix, França
– BARTON Dorothea, psicanalista, New-York, USA
– BERGER Lilibete, Le Jour de la Torre, França
– BERTHIER Marìe Lauro, educador, França
– BHOJWANI Deepak, Cônsul Geral da Índia em São Paulo, Brasil.
– BLANCO PUJOL German, embaixador de Cuba em Portugal
– BONILHA Marcos Martins, psicanalista, São Paulo, Brasil
– BOURDET Claude, jornalista, antigo conselheiro municipal da Mairie 8 de Paris, França
– BOVY Maria-Pierre, presidente M.LR., fundadora STOP Essays, França
– BRIERE Jean, maitre dos conférences de biophysique et médécine nucléaire, França
– BYANYIMA Winnie Karagwa, delegado permanente da delegação de Uganda junto à Unesco-Paris, Uganda
– CABRITA Antonio Pedro, autor do livro “Los dollars et la Drogue”, Portugal
– CACETE Simão, Frente para Democracia, Angola
– CARLIER Jean, Vice-Presidente do CEDI (Collectif d’Environnement de Dimension Internationale, França
– CARMO Alexandra, líder do grupo “Radio Macau”, Portugal
– CAVACO Fátima, membro do MDP (Mouvement Démocratique Portugais)
– CAVALLIN Caesarius, doutor em Teologia, padre, Suécia
– CHACÓ Mariana Sartori, Coordenadora de Eventos da Sssociação Ambientalista e Amigos do Parque Água Branca, São Paulo, Brasil
– CHONCHOL Jacques, diretor, Institut dos Hautes Études de l’Amerique Latino, França
– CORREIA Natalia, escritora, fundadora do Front National de la Défense et de la Cultura, Portugal
– CROSS Tony, escritor e professor, Inglaterra
– CUNHA José A.B., Union de Misericordes Portugaises
– DE MACEDO Fernando, escritora, presidente da COOPAFRICA (Association pour la coopération et le Développement), Portugal
– DELBÉE Anne, escritora, atriz e diretora de teatro, França
– DEWALLE Gabriel, Porta voz da Conféderation Paysanne de France, França
– DI CASTRI Françasco, Coordenador, l’Environnement à l’UNESCO, França
– ELWORTHY Scilla, diretora do Grupo de Oxford, pesquisadora da Université de Bradford, Inglaterra
– FAZENDEIRO Isabel, veterinário do Instituto de Recherche Agraire, Portugal
– FERREIRA Candida, Institut d’Economie et de Gestion, Portugal
– FERREIRA Maria Judite Cardoso, membro de MEV, Portugal
– FOUATIH Ahmed, Antropólogo, França
– GANHÃO Jorge Pinto, professor do Institut Supérieur de l’Agronomie, Laboratoire de la Santé e Pathologie Vegetale, Portugal
– GAUCHON Rosarito, França
– GERALDO Manuel, jornalista, escritor, Portugal
– GERMA Philippe, Génération Ecologia, França
– GOMES João, membro de la Société Théosophique Portugaise, Portugal
– GUERREIRO Colaço, membro de la Cooperative d’Information et Cultura “CRL”, Portugal
– HAGG Ingvar, ex-Président du Syndicat dos Travailleurs, Suécia
– HANSON Mats, Consultor científico da Association Suèdoise dos Victimes du Mercure (amalgame dentaire/mercure), Suécia
– HEIOKECH Reagiane, coordenadora de Relações Públicas, Poupa Tempo, São Paulo, Brasil
– HOGLUND Hans, Presidente do Syndicat dos Fontionnaires, Suécia
– HOLLOWAY Jennie, environmental lawyer, Inglaterra
– HOLSTIUS Karin, professor de Comércio Internacional, Finlândia
– HYN Sven-Ake, jornalista, Suécia
– INGEY Bob, Presidente da UNEF, Union Nationale dos Etudiants de França
– JACOUARD Albert, geneticista, França
– JAEGER Roger, Engenheiro honorário da SNCF, França
– JANSSON David, pesquisador em Economia, Suécia
– JOHANSSON Ingrid, secretária de diretoria, Suécia
– JOHNSSON Lena, artista, pintora, Suécia
– JÓIA Maria Tereza, diretora Administrativa e professora, Instituto de Estudos Brasileiros, São Paulo, Brasil
– JORIF Richard, escritor, França
– KANAS Katia, Greenpeace, França
– KAUPPI Monica, Responsável Internacional do Projet pour Soin Dentaire Non-Toxique, Suécia
– KENNEDY Declan, professor, Universität Hannover, Suécia
– KENNEDY Margrit, professora, doutora, Universitãt Hannover, Suécia
– KOMITES Penelope, Green Peace, França
– KRAJCBERG Frans, escultor, Pologne
– KRONBERG Birger, Outokumpu Copper, vicedirecteur, Suécia
– KVICK, Nils, Engenheiro, Suécia
– LADRE Jacques Bruno, Presidente da LAF-DAM, Ligue Antivivisectioniste de França, Defense dos Animaux Martyrs, França
– LAGRANGE Maria, artista, França
– LAGRANGE Maria, artista, França
– LEAL Roberto, cantor, compositor, Portugal
– LECAINE Philippe, engenheiro, França
– LOURENÇO Antonio Marques, guarda-florestal, Portugal
– LUTSKANOV Milen, adido cultural da Embaixada da Bulgária em Portugal
– MACEDO Fernando, escritor, presidente COOPAGRICA (Associação para a Cooperação e Desenvolvimento), Portugal
– MAGICAL BAND, cantors, grupo artístico, Belgique
– MAILLET Michelle, escritor, França
– MALASKA Pentti, professor da l’Ecole d’Economie de Turku, Finlândia
– MANCINI Anthony, pintor, Inglaterra
– MARÇAL Gonçalo Nuno Pires, Portugal
– MARQUES Carlos, UDP Union Démocratique Populaire, Portugal
– MARSICANO Vera, jornalista, Rio Grande do Sul, Brasil
– MARTINS André, jornalista, Uruguai
– MAX Pierre, Entraide Tiers Monde, França
– MENDES José Manuel, Association Portugaise d’écrivains
– MESTRE Joaquim Manuel Figueira, Portugal
– MILICIAS Vitor, padre, Union de Misericordes Portugaises, Portugal
– MONTICELLI João Jerônimo, geologia, secretário-geral do Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba e Capivari, Brasil
– NEVES Antonio M., Union de Miséricordes Portugaises
– OLIVEIRA Isabel, Union de Miséricordes Portugaises
– OLIVEIRA Mauro de, Assessor de Imprensa – Superientendëncia IPREM – Instituto de Previdência do Município de São Paulo, São Paulo, Brasil
– PASCHOAL Therezinha, Pinacoteca do Estado, São Paulo, Brasil
– PASTRE Geneviève, escritor, França
– PENNA JUNIOR Oswaldo, Presidente Amazon’India, França
– PEREIRA Edna Cortêz, Biblioteca Pedro da Silva Nauq, São Paulo, Brasil
– Prof. MILLIEZ Paul, doutor em Medicina, França
– PULIDO Rafael, sociólogo, Venezuela
– RABELO Conceição L., Coordenadora das Atividades Artísticas da 3ª Idade – Biblioteca Alceu Amoroso Lima, São Paulo, Brasil
– RAMOS Maria Otilia, Union de Miséricordes Portugaises
– RIDOUX Jean, Enseignant pour la Paix, França
– RIZO Orlando, médico e deputado, Nicarágua
– ROCHA Angelo, agricultor, diretor da Agrobio, Portugal
– ROSETA Helena, Arquiteta, Deputada do P.S., Portugal
– SALVO Mara Tereza de, professora universtiária, Unicamp, Brasil
– SALVO Salvatore de, cientista, São Paulo, Brasil
– SANTA CLARA GOMES Teresa, deputada e coordenadora “GRAAL”, Organisation de Femmes (ONG), Portugal
– SANTOS Marcos dos, diretor-secretário, UESP – União das Escolas de Samba Paulistanas, São Paulo, Brasil
– SEROVA Helena, Embaixada da Rússia em Portugal SHENK Alain, Presidente da Association des Artistes de la Bastille, França
– SERRANO Miguel, jornalista, Portugal
– SILVA Agostinho da, filósofo, Portugal
– SILVA Leonardo, jornalista, correspondente brasileiro na França
– SLEPAKOV Vladimir, Polis, Rússia
– SOUZA Irivan Tiburtino de, Faculdade de Economia e Administração, São Paulo, Brasil
– TAXEN Roland, redator, Suécia
– TAXEN Roland, redator, Suécia
– TELES Daniel Ribeiro, médico naturalista, Portugal
– TERRASSE Jean François, Diretor Científico da WWF (Fonds Mondial pour la Nature), França
– TOME Mário, UDP Union Démocratique Populaire, Portugal
– TON TON DAVID, grupo artístico, cantores, França
– TROMEUR Jean, França
– VALENT Dacia, Député Parlement Européen, Itália
– VIVANCO Casar, escritor, presidente HARAWI Association Cultural, Peru
– VOILA Ana, Union du Syndicat das Travailleurs de Lisbonne, Portugal
– WALSTROM Riitta, Association Internationale pour la Paix, Université de Jyväskylä Finlândia
– XISTO Maria Rosa, Comité national de la Femme CGTPIN, Portugal