Resistência ao Trabalho É a Maior Causa da Hipertensão

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

A Hipertensão (pressão alta), caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea (acima de 14 por 9), é uma doença crônica e cada vez mais frequente. Chamada de “assassina silenciosa”, é um dos principais fatores de risco de acidente vascular cerebral (AVC) e enfarte. No Brasil, foram registrados 388 óbitos por dia no ano de 2017 devido à pressão alta e suas sequelas. (1)

Cerca de 25% dos Brasileiros Sofrem de Hipertensão, conforme pesquisa com 52.395 moradores das capitais; sendo que os mais afetados são os idosos com mais de 65 anos (1), uma vez que se aposentam e se sentem inúteis. Gøtzsche aconselha que os idosos controlem a pressão arterial sem medicamentos, como muitos fazem, para evitar efeitos colaterais como vertigens e quedas.(2)

A causa da maioria dos casos de hipertensão é psicossocial. “Não é possível separarmos nossos valores e filosofia de vida de nossa saúde emocional e orgânica. Existe uma unidade no ser humano: seus sentimentos, seus pensamentos e suas ações são inseparáveis, e interagem entre si o tempo todo”. (3)

Numa entrevista de Rádio, a psicanalista Cláudia Pacheco, autora de obras sobre Medicina Psicossomática, alerta: “Pelo processo inconsciente de inversão*, o ser humano trabalha com raiva, e isso causa contração muscular e a produção de toxinas, que podem ser letais. Muitos trabalham contrariados porque estão trabalhando para causas nocivas, mas isso precisa ser analisado, conscientizado e dissolvido, senão a pessoa acaba morrendo mais cedo. Se o ser humano precisa trabalhar numa estrutura doentia para sustentar a família, deve fazer análise trilógica para aprender a lidar com esse conflito no interior. É possível regularizar e estabilizar a pressão sem medicação, com psicoterapia. Mas, se o cliente parar de fazer análise ou começar a esconder o que sente, então a pressão volta a subir.” (4)

A Ação (Pura) É a Saúde, e a Inação a Doença “Hoje em dia, o ideal de todos é viajar, ter uma vida de prazeres, sem muito trabalho, uma vida de ócio até… Hipertensão é mais comum nas pessoas que estão descontentes com o trabalho,” diz N. Keppe, no seu Programa de Rádio. (4) O sonho de se aposentar e parar de trabalhar é uma ilusão porque quem faz isso nunca consegue a felicidade que almejava. Veja o diálogo a seguir.

“Cliente: – Quando me aposentei, tinha a ideia que iria ter um vidão, que conseguiria a realização de todos os meus sonhos. Psicanalista: – Mas, explique melhor. Cliente: – Tinha a ideia que iria viver viajando, conhecendo os lugares mais bonitos do mundo, e noto que não encontrei a felicidade com isso. Esse fato mostra que o bem-estar reside no interior de cada pessoa, e toda a maravilha que existe reside mais aí – que a verdadeira felicidade consiste no encontro do bem interno com o externo. Daí, a necessidade de construir uma civilização estética e boa, para se coadunar com nosso aspecto são fundamental”. (5)

Marcia Sgrinhelli e Heloísa Coelho Dentistas e Professoras de Psicossomática das Faculdades Trilógicas

Márcia Sgrinhelli – CRO-SP 25.337

Heloísa Coelho – CRO-SP 27.357 (Av. Rebouças, 3887, atrás Shop. Eldorado)

Tel: (11) 3814-2159 | (11) 3814-0130

www.odontotrilogica.odo.br

a-tensao-emocional-e-as-doencas-da-gengiva

A tensão emocional e as doenças da gengiva

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

Como Preservar seus Dentes Naturais

 

Os dentes e as gengivas também sofrem influência das nossas emoções negativas como raiva, medo e inveja. Através da técnica de conscientização keppeana podem-se resolver problemas gengivais, como no seguinte caso:

A senhora L.G. (68 anos) tinha dentes com certa mobilidade; suas gengivas se inflamavam e sangravam sempre que ela era convidada para uma reunião social. Com a psicoterapia trilógica, L.G. conscientizou-se que se isolava para manter uma ideia de perfeição sobre si mesma e passou a ser mais sociável. Aos poucos seus dentes firmaram e até hoje, com 82 anos, sua saúde bucal continua estabilizada.

Outro caso interessante é de M.A. que, aos 30 anos, apresentou descolamentos da gengiva (bolsas periodontais). Nesse caso, o especialista indicou cirurgia das gengivas. Descontente com isso, M.A. nos procurou para fazer tratamento e iniciou também a psicoterapia trilógica. Em poucos meses, houve reparação das bolsas periodontais, e sua saúde bucal permaneceu assim até hoje (aos 62 anos), necessitando apenas de raspagens anuais.

Como somos uma unidade indissolúvel entre o psíquico e o físico, adoecemos primeiro psiquicamente e depois fisicamente.

A conscientização de nossos problemas tem um grande poder energético de recuperar nossa saúde. Pela natureza, a estrutura essencial do ser humano é capaz de autorregenerar nosso organismo.

 

Márcia Sgrinhelli e Heloísa Coelho Dentistas,
professoras de Psicossomática da Faculdade Trilógica Keppe & Pacheco
www.odontotrilogica.odo.br

Jd. Paulistano
Av. Rebouças, 3887 (ao lado do Shopping Eldorado)
(11) 3814-2159

Oficina Terapêutica A Cura pela Consciência

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

A Medicina da Alma

Levar às pessoas respostas científicas para as múltiplas perguntas relacionadas com a saúde individual psíquica e orgânica. Descrever as melhores formas de estimular e fortalecer nossos sistemas de defesas contra todo tipo de doenças da pessoa.

Saiba mais e inscreva-se: http://keppepacheco.edu.br

Oficina Terapêutica Autoconhecimento

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

Aprendendo a lidar com emoções próprias e dos outros

A patologia individual e social na vida quotidiana

Trata-se de um dia de palestras interativas e oficinas práticas, onde nossos professores, todos especialistas e terapeutas internacionalmente treinados vão apresentar as bases, bem como alguns exemplos práticos de como trabalhar com as emoções e diminuir o estresse dos conflitos no dia a dia. Será um dia de autoconhecimento e interiorização. Buscando sempre como harmonizar nossos relacionamentos, melhorar nossa produtividade e alcançar benefícios na saúde psíquica e física.

Inscreva-se: http://keppepacheco.edu.br/