STOP a Destruição do Mundo – 69

Compartilhe! Faça parte da campanha de conscientização:

A consciência pode ser identificada com a vida, enquanto que a conduta inconsciente é o desconhecimento a negação da percepção e portanto do impedimento à vida.

O paraíso que existe no passado ainda existe hoje, mas o ser humano não quis no passado e não quer agora.

 

“a teologia abre portas colossais para o entendimento humano e o positivismo que Augusto Comte introduziu na ciência ocasionou um formidável atraso para a humanidade”
O Homem Universal

 

O-Homem-Universa--01-274x293O Homem Universal

A conscientização dos nossos erros nos conduz à possibilidade de evitá-los e corrigi-los. Este é o caminho para formar o Homem Universal, que pode ser chamado também de “íntegro” ou “cósmico”.

O autor nos mostra que a estrutura do homem é universal, abrangendo a verdade em todos os setores da vida, o amor que não tem idade, tempo e lugar, e a consciência que atinge todos os aspectos do ser.

 

origem-das-enfermidades-01-274x293A Origem das Enfermidades (Psíquicas, Orgânicas, Sociais)

Segundo o autor, «a capa deste livro constitui uma homenagem ao grande psiquiatra francês Philippe Pinel que no ano de 1798 libertou os doentes mentais das prisões que os amarravam fisicamente à verdadeiras masmorras que eram os hospitais psiquiátricos.

Minha intenção com este livro também é a de libertar os doentes psicológicos de seus sofrimentos (ansiedades e angústias), o que constituiria uma realização máxima para a humanidade – vamos dizer, uma libertação dos grilhões internos que acorrentam o ser humano às suas enfermidades».

 

libertacao-dos-povos-01-274x293A Libertação dos Povos

O autor mostra que o processo capitalista atual entrou por um caminho sem saída, principalmente depois que John M. Keynes endossou a tese do campo especulativo – como sendo praticamente o último recurso para salvá-lo.

Evidentemente, o chamado capital tem que existir, mas o povo também precisa ser beneficiado – o que acontecerá com o processo de desinversão, no qual todos os poderes passarão a servir aos interesses das nações – e não como está acontecendo agora, a população de cada país trabalhando para os interesses dos poucos que galgaram os poderes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*